Em 2 meses, Ronda Maria da Penha fez 112 visitas e prendeu 5 pessoas (G1 – 07/05/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Profissionais acompanham mulheres vítimas de violência em Salvador. Serviço completa dois meses de criação na sexta-feira (8).

Cinco pessoas foram presas desde a criação da Ronda Maria da Penha, serviço da Polícia Militar que acompanha mulheres vítimas de violência sob medida protetiva, e que completa dois meses na sexta-feira (8). Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), os presos são acusados de ameaçar, agredir ou desrespeitar decisões judiciais que determinam a manutenção de distância mínima das vítimas. Ao todo, 112 mulheres receberam a visita dos policiais da ronda nos dois meses de atuação.

A última prisão ocorreu no dia 4 de maio, no bairro de Plataforma, quando uma das mulheres atendidas pela ronda acionou o serviço contra o companheiro, com quem tem uma filha adolescente. A SSP afirma que o homem havia sido denunciado seis vezes à Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher e foi preso em flagrante.

A secretaria esclarece que apenas mulheres que possuem medidas protetivas e que são moradoras na região do Subúrbio Ferroviário de Salvador são atendidas pelo projeto piloto. A área foi escolhida por ser a com maior número de casos de violência doméstica.

De acordo com a SSP, os profissionais que participam da ronda passaram por capacitação específica para atuar em situações de agressão feminina. Além do trabalho de acompanhamento dos casos, eles também atendem aos chamados emergenciais e realizam blitze pelas ruas do subúrbio.

Acesse no site de origem: Em 2 meses, Ronda Maria da Penha fez 112 visitas e prendeu 5 pessoas (G1 – 07/05/2015)