Em 2015, Campo Grande tem 599 casos de violência doméstica por mês (Top Mídia News – 05/08/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Campanha Nacional da Justiça pela Paz em Casa defende mulheres e combate a situação

As três Varas de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher da Capital receberam 361 pedidos de medidas protetivas de janeiro a julho deste ano. Além disso, conforme dados atualizados até ontem (5), são 1.051 medidas protetivas em andamento somente na Capital. Ao todo, são cerca de 599 casos envolvendo violência familiar a cada mês só em Campo Grande. Em Mato Grosso do Sul os números são ainda mais expressivos: existem 15 mil processos tramitando, com mais de três mil medidas protetivas que estão em vigor.

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul e a Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar estão realizando a Campanha Nacional da Justiça pela Paz em Casa, que termina dia 12 de agosto. O desembargador Ruy Celso Barbosa Florence afirma que foram designados 322 audiências preliminares de instrução e julgamentos neste ano.

O objetivo do poder judiciário é aproximar a população e despertar a cultura da paz em casa. “ Estamos usando a arte para atrair as pessoas e debater um tema importante de combate a violência. É considerado uma evolução a mulher não permitir a agressão e colaborar com a Justiça. Essas mulheres que são vítimas têm que ter mais coragem para acabar com a violência. Estamos auxiliando e queremos ajudá-las.”, cita o desembargador.

Um grupo de atores do grupo Cênico foram convidados pelo Tribunal de Justiça para distribuir cartões  com os telefones para denúncias e apresentam a arte em prol da paz no lar.

Para Hudson Hoffmann, 25 anos, a mulher tem que ser tratada com respeito. “Sou contra a agressão. A mulher e o homem tem que ser tratado com respeito.  Dizem que as mulheres e frágil. Acho bem ao contrario. Elas são fortes. Tem que ser mais divulgado essas campanhas para acabar com a agressão. Tem que ser visto mais campanhas nas ruas, novelas. E legal a campanha. As pessoas prestam mais atenção”.

A Campanha Justiça pela Paz em Casa está sendo realizada para gerar uma grande mobilização em todas as varas e aumentando o número de audiências e julgamentos no sentido de abolir toda forma de violência  contra a mulher, seja física, moral, psicológica, sexual.

Mato Grosso do Sul é o pioneiro no País em relação a rede de proteção a mulher. O atendimento é feito dentro da Casa da Mulher Brasileira.

Acesse no site de origem: Em 2015, Campo Grande tem 599 casos de violência doméstica por mês (Top Mídia News, 05/08/2015)