Em 9 anos, 34 ações de abuso sexual em Cavalcante (O Popular – 23/04/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O juiz Lucas de Mendonça Lagares, que responde pela comarca de Cavalcante, no Nordeste de Goiás, proferiu 27 despachos em ações penais que tratam de estupro de vulnerável. A informação foi divulgada ontem à noite pelo Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO). Desde 2006, a comarca recebeu 34 processos de violência sexual, em 31 delas as vítimas são crianças ou adolescentes.

Nos despachos, o juiz determinou a designação de audiências, mandados de prisão, devolução de cartas precatórias, além de oficiar autoridade policial para informar sobre inquérito e captura de foragidos. É a primeira medida tomada pelo Judiciário após a publicação da reportagem exclusiva do POPULAR sobre abuso sexual de calungas, em 4 de abril.

O juiz também fez reunião com conselheiros tutelares e secretários municipais, para firmar parcerias com o intuito de prevenir e combater a ocorrência deste tipo de delito.

O procurador da República Marcello Wolff encaminhou ao procurador da República Cláudio Drewes José de Siqueira, responsável pelo Ofício Ambiental e Minorias Étnicas do Ministério Público Federal em Goiás, ofício com cópias das reportagens do POPULAR e das que foram repercutidas por outros veículos, posteriormente, para que tomasse conhecimento dos casos de violação de direitos humanos. Siqueira repassou ontem o ofício ao procurador da República em Luziânia Onézio Soares Amaral, que atua na região de Cavalcante.

A assessoria de imprensa do Ministério Público de Goiás (MP-GO) informou que o corregedor-geral do órgão, Abraão Júnior Miranda Coelho, realiza até hoje uma correição extraordinária na promotoria de Cavalcante. “Assim que ele terminar a visita e concluir o relatório da inspeção, ele poderá conceder a entrevista”, informa a nota, em resposta ao POPULAR.

Cleomar Almeida

Acesse no site de origem: Em 9 anos, 34 ações de abuso sexual em Cavalcante (O Popular – 23/04/2015)