Em Sorocaba, 70% das vítimas de violência sexual têm menos de 18 anos (Cruzeiro do Sul – 28/02/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Números da Delegacia de Defesa da Mulher de Sorocaba (DDM) revelam que em 2015 das 53 ocorrências de estupro lá registradas, 34 (quase 70%) tiveram como vítimas crianças e adolescentes. Os dados referem-se apenas aos casos atendidos naquela unidade policial especializada.

Já segundo estatísticas da Secretaria da Segurança Pública do Estado (que incluem as denúncias anotadas em plantões), no ano passado os registros desse crime chegaram a 164. Em janeiro, ainda de acordo com a Pasta, o total de casos foi de 22, quase o dobro do verificado em dezembro (leia nesta página). Aplicada a mesma proporção, calcula-se que o total de ações que vitimaram menores de idade no município seja superior a 100.

Ainda de acordo com a Delegacia da Mulher, esse tipo de crime é praticado quase sempre no ambiente familiar por indivíduos que mantêm parentesco com as vítimas, ou que, por conhecê-las, se aproveitam da confiança que o convívio com as respectivas famílias proporciona. Essa tendência, conforme a delegada Ana Luísa Salomone, titular da DDM, ganhou força a partir de 2009 com a entrada em vigor da lei da dignidade sexual.

José Antônio Rosa

Acesse no site de origem: Em Sorocaba, 70% das vítimas de violência sexual têm menos de 18 anos (Cruzeiro do Sul – 28/02/2016)