Estão no ar novos Portais da Coordenadoria da Mulher e da Infância Juventude (TJSE – 02/08/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Legislação, endereços, formulários, manuais e notícias são apenas algumas das inúmeras informações que podem ser encontradas no Portal da Infância e Juventude e no Portal da Coordenadoria da Mulher do Tribunal de Justiça de Sergipe, que foram reformulados e entram no ar nesta terça-feira, 2/8. Segundo a Juíza responsável pelas Coordenadorias da Mulher e da Infância e Juventude, Isabela Sampaio Alves Santana, o objetivo principal é facilitar o acesso a informações relacionadas à mulher e ao público infanto-juvenil.

No Portal da Infância e Juventude, na seção ‘Rede de Atenção’, o internauta tem acesso ao mapeamento da rede de proteção, com endereços e telefones de: Conselhos Tutelares, Centros de Atenção Psicossocial (CAP), Conselhos dos Direitos, Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Juízos com competência na Infância e Juventude da capital e interior, unidades de acolhimento, unidades de cumprimento de medidas socioeducativas, além de Núcleos de Serviço Social e Psicologia e Ministério Público. Ainda é possível que a própria rede forneça também eventual alteração de endereço, do referido equipamento, para análise da CIJ.

Sobre adoção, o Portal traz o passo a passo para quem deseja adotar, onde também é possível fazer um pré-cadastro e ver o cronograma dos cursos para postulantes à adoção. Há links para o Cadastro Nacional de Adoção. Uma boa dica para quem ainda está na dúvida sobre a adoção ou tem interesse em contribuir com crianças e adolescentes que vivem em unidades de acolhimento afetivo ou financeiro, é o link do Programa de Apadrinhamento Ser Humano, que explica quais são as três modalidades (afetivo, provedor e colaborador) e o que é necessário para participar.Uma novidade é a possibilidade de cadastramento on line no referido programa de apadrinhamento, diminuindo tempo de espera para o voluntário.

Ainda é possível encontrar todas as informações sobre procedimentos para autorização de viagens, inclusive com formulários, endereços e telefones; programas e projetos desenvolvidos pela Coordenadoria da Infância e Juventude; agenda de eventos; procedimentos e alvarás para eventos; manuais dos Cadastros Nacionais da Infância e da Juventude e apresentação e histórico da Coordenadoria, criada em 2008.

Portal da Coordenadoria da Mulher
‘Definição de Violência contra a Mulher’ (com a descrição dos tipos de violência) e ‘O que fazer se eu, mulher, sofrer violência?’ (com telefones e endereços de delegacias) são duas das seções do Portal da Coordenadoria da Mulher. O Portal também traz notícias e projetos da Coordenadoria da Mulher do TJSE, a exemplo do Sala de Espera, Informar para Conscientizar, Conectando com o Social, Viver Melhor, Viver Mulher, Ciosp, entre outros.

À semelhança do portal da infância e juventude, no link ‘Rede de Enfrentamento’, estão listados endereços e telefones de CAPs, CRAS, Creas, Centro de Referência de Atendimento à Mulher (Cream), Casas-Abrigo, Central de Atendimento à Mulher (180), Coordenadorias Municipais de Políticas para as Mulheres, Defensoria da Mulher, Delegacias Especializada de Atendimento à Mulher, Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher e Núcleo Especializado de Promoção e Defesa de Direito da Mulher. Em ‘Acervo Jurídico’ podem ser encontrados documentos, legislação e jurisprudência a respeito do tema.

Acesse no site de origem: Estão no ar novos Portais da Coordenadoria da Mulher e da Infância Juventude (TJSE – 02/08/2016)