Estudantes de Araguaína apresentam trabalho sobre violência contra a mulher (TJTO – 11/12/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Alunos da Escola Paroquial Luiz Augusto, em Araguaína, participaram nesta sexta-feira (11/12), da I Feira de Ciências Sociais da unidade escolar, que teve como tema “Cuidar do Outro, regra para bem viver: exposição e debate de temas relevantes ao convívio em sociedade”.  Um dos trabalhos em destaque durante o evento foi apresentado por alunos do 8º ano, que trataram sobre a violência doméstica e familiar contra a mulher. Durante o processo de pesquisa, eles contaram com o apoio da Comarca de Araguaína.

Utilizando recursos como cartazes, vídeos e slides os estudantes mostraram na feira o que aprenderam durante a fase de estudos, incluindo as formas de combate à violência e proteção às mulheres, além dos detalhes da legislação que rege a questão.  A ideia do trabalho surgiu a partir de uma visita da equipe multidisciplinar da Vara Especializada no Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Araguaína à unidade escolar.

Para elaborar o trabalho, os alunos conheceram de perto as dependências da Vara Especializada e tiveram a chance de conversar com a juíza Cirlene Maria de Assis Santos Oliveira. Para a magistrada, o contato com os adolescentes foi bastante proveitoso. “Achei tão organizado porque são crianças de 12, 13 anos, que já levaram as perguntas previamente redigidas e mostraram bastante interesse no assunto. Perguntaram sobre estatística, sobre a realidade da violência na cidade, qual era o perfil das mulheres”, ressalta. “Achei muito didático da parte de deles. Além da entrevista, foram na vara, fizeram um estudo, conversaram com as pessoas, conheceram a nossa rotina. E foi em cima deste conhecimento que desenvolveram o trabalho”, complementa a juíza.

Durante a feira, a equipe multidisciplinar da Vara Especializada de Araguaína voltou ao colégio e compartilhou com os estudantes cartazes, camisetas e panfletos que ilustram a campanha pela não violência contra a mulher.

Acesse no site de origem: Estudantes de Araguaína apresentam trabalho sobre violência contra a mulher (TJTO – 11/12/2015)