Ex-prefeito de Dom Aquino/MT, Eduardo Zeferino é condenado a 34 anos de prisão pelo estupro de cinco crianças (Olhar Jurídico – 26/05/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A juíza Maria Lúcia Prati, da Vara Única de Dom Aquino, condenou o ex-prefeito Eduardo Zeferino a 34 anos e 6 meses de prisão pelo estupro de cinco crianças com idades entre 7 e 11 anos, em 2005.

A denúncia foi oferecida pelo Ministério Público em 2010. O processo tramita sob segredo de Justiça, já que à época tratava-se de um prefeito detentor do benefício do foro privilegiado, além disso, envolve crianças menores de idade. A prisão ocorreu oito meses após o MP ter oferecido a denúncia, em junho de 2011.

O caso veio à tona em julho de 2011, quando mães das vítimas procuraram a Promotoria da Infância e da Juventude da Capital. As vítimas eram filhas de conhecidos, amigos e parentes de Zeferino. Na época dos supostos abusos, ele ainda não era prefeito.

Durante as investigações, o promotor José Antônio Borges pediu a prisão do suspeito, mas o pedido foi negado sob o argumento de insuficiência de provas. Ele então solicitou que a Polícia Civil abrisse inquérito para investigar as denúncias.

As investigações foram conduzidas primeiramente pelo delegado Vitor Hugo Teixeira e, depois por Fernando Pigozzi, da Polícia Civil de Campo Verde. O inquérito foi concluído em agosto e encaminhado para o Ministério Público Estadual. Apesar de ter negado todos os crimes, Zeferino foi indiciado pelo crime de atentado violento ao pudor.

Outro lado

A reportagem do Olhar Jurídico tentou entrar em contato com o ex-prefeito, mas não obteve resposta.

Flávia Borges

Acesse no site de origem: Ex-prefeito de Dom Aquino/MT, Eduardo Zeferino é condenado a 34 anos de prisão pelo estupro de cinco crianças (Olhar Jurídico – 26/05/2015)