Feminicídio será debatido em evento na EPM (TJSP – 27/11/2014)

Até a próxima terça-feira (2), estão abertas as inscrições para a Oficina de trabalho: Feminicídio, que será no próximo dia 5, das 9 às 13 horas, no auditório do 4º andar do prédio da Escola Paulista da Magistratura (EPM).

O evento é coordenado pelas juízas Maria Domitila Prado Manssur Domingos e Teresa Cristina Cabral Santana Rodrigues dos Santos e visa debater aspectos relacionados à intervenção de serviços e redes na questão do feminicídio e à abordagem da segurança pública e do setor jurídico, bem como dados do tema no Brasil.

As inscrições são gratuitas e abertas a magistrados, promotores de Justiça, defensores públicos, advogados, psicólogos, servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e do Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo e demais interessados. Há 120 vagas presenciais e 300 vagas para a modalidade a distância. Haverá emissão de certificado aos participantes.

Inscrições: os interessados devem preencher a ficha de inscrição diretamente no site da EPM (www.epm.tjsp.jus.br), selecionando a modalidade desejada (presencial ou a distância). Após o envio, será automaticamente remetido e-mail confirmando a inscrição.

Programa:
9h15 – Abertura
Fernando Antonio Maia da Cunha – desembargador diretor da Escola Paulista da Magistratura
Angélica de Maria Mello de Almeida – desembargadora coordenadora da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Poder Judiciário do Estado de São Paulo (Comesp)
Maria de Lourdes Rachid Vaz de Almeida – desembargadora vice-coordenadora da Comesp
9h45 – 1º Painel
Eva Alterman Blay – professora titular sênior do Departamento de Sociologia da Universidade de São Paulo (PhD e MD), com pós-doutorado na École des Hautes Études em Sciences Sociales (Paris). Orientadora dos cursos de mestrado e doutorado no Departamento de Sociologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas e na área de Direitos Humanos da Faculdade de Direito na Universidade de São Paulo. Interregional Adviser for Advancement of Women da ONU em 1992. Senadora de dezembro de 1992 a janeiro de 1995. Membro de várias organizações cientificas. Incluída entre as mil mulheres do mundo no grupo Mulheres pela Paz.
10h15: 2º Painel
José Henrique Rodrigues Torres – Juiz Titular da 1ª Vara do Júri de Campinas/SP.
10h45: 3º Painel
Adriana Ramos de Mello – Juíza de Direito Titular do I Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher – Presidenta do Fórum Permanente de Violência Doméstica, Familiar e de Gênero.
11h15 – Debates
Coordenadora de mesa: Maria Domitila Prado Manssur Domingos – juíza de Direito do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo

13h – Encerramento

Comunicação Social TJSP – MA (texto)

Acesse no site de origem: Feminicídio será debatido em evento na EPM (TJSP – 27/11/2014)