Fórum discute papel dos profissionais de saúde no combate à violência contra a mulher (MPDFT – 14/10/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Evento será realizado em 8/11, das 8h às 18h, na Finatec. As inscrições são gratuitas

O fórum “Violência contra a mulher: o que os profissionais de saúde têm a ver com isso?” abrirá o III Colóquio Feminista e de Gênero na Universidade de Brasília (UnB), cujo tema será “Mulheres e violências: interseccionalidade”. O evento faz parte do projeto Notique, uma parceria entre Tribunal de Justiça (TJDFT), o Ministério Público (MPDFT), a Secretaria de Saúde do DF, o Ministério da Saúde e a UnB. As inscrições do fórum são gratuitas e podem ser feitas aqui. Deve ser feito um cadastro prévio no site do UnB. O evento será em 8 de novembro, das 8h às 18h.
Também como resultado dessa parceria e com a participação do Conselho Federal de Psicologia, estão sendo realizados vídeos informativos sobre a temática. Os primeiros vídeos já estão disponíveis no Youtube: “Violência contra a mulher: o que os profissionais de saúde têm a ver com isso?” e “Notificação compulsória X comunicação externa (denúncia) – em casos de violência contra a mulher”.

O coordenador do Núcleo de Direitos Humanos do MPDFT, promotor de Justiça Thiago Pierobom, vai tratar sobre a notificação compulsória e a comunicação externa em casos de violência doméstica atendidos nos serviços de saúde. Em abril, o MPDFT encaminhou minuta de resolução aos conselhos profissionais das áreas de saúde para regulamentar o sigilo profissional em casos de violência doméstica. O documento é fruto de grupo de trabalho interinstitucional e prevê os casos em que os profissionais deverão quebrar o sigilo para reportar às autoridades criminais e de proteção casos graves de violência contra a mulher.

Serviço
Local: Finatec – Campus Universitário Darcy Ribeiro, Av. L3 Norte – Asa Norte
Data: 8 de novembro
Inscrição: Clique aqui

Programação
Manhã
8h: Credenciamento
8h30: Abertura
9h-10h15:Palestra “A violência doméstica e familiar e a Lei Maria da Penha” – juiz do TJDFT Ben-Hur Viza
10h15-10h45: Coffee Break
10h45-12h: Palestra “Notificação compulsória e comunicação externa em casos de violência doméstica contra a mulher atendidos nos serviços de saúde” – promotor de Justiça do MPDFT Thiago André Pierobom de Avila
Tarde
13h30: Palestra “Vigilância em saúde no enfrentamento à violência contra a mulher” – Lucy Mary Cavalcanti Stroher e Denise de Freitas Marreco
15h30-16h:Coffee Break
16h-17h30: Mesa Redonda – “Papel dos conselhos de profissão na notificação de violência contra as mulheres”
17h30: Encerramento

Acesse no site de origem: Fórum discute papel dos profissionais de saúde no combate à violência contra a mulher (MPDFT – 14/10/2016)