Prefeitura de Bragança Paulista e Ministério Publico promovem formação sobre violência contra mulher (Portal Bragança – 25/02/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Na manhã da última sexta-feira, dia 19, cerca de 100 pessoas participaram de capacitação que integra os trabalhos desenvolvidos pela Coordenadoria de Políticas para Mulheres de Bragança Paulista, em parceria com o Ministério Público de São Paulo, por meio do Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica (Gevid).

Nesta etapa, as promotoras e a equipe da Coordenadoria apresentaram o primeiro módulo do projeto Estratégia de Saúde da Família para as equipes dos bairros Parque dos Estados, Planejadas 1 e 2, Toró e CDHU Saada Nader. O projeto, idealizado pelo Gevid, consiste em capacitar agentes de saúde para que, durante as visitas domiciliares, saibam identificar e orientar mulheres vítimas de violência doméstica, tendo em vista que na maioria das vezes esses profissionais são os primeiros a fazer contato com essas mulheres.

A abertura do encontro ficou por conta da presidente do Fundo Social de Bragança Paulista e coordenadora de Políticas para Mulheres, Rosangela Leme, que explicou o funcionamento do órgão no município, falou sobre as atividades já desenvolvidas até o momento e sobre o papel dos agentes comunitários no fluxo de atendimento.

Em seguida, a Promotora de Justiça do Ministério Público-SP, Fabiola Sucasas, exibiu um vídeo com depoimentos de mulheres que já vivenciaram este problema e sobre a Lei Maria da Penha. Fabíola abordou temas como tipos de agressões, ciclo da violência e medidas protetivas. Também explicou o funcionamento do projeto, que entre outras coisas, busca prevenir a violência doméstica. Além disso, apresentou a cartilha “Mulher, vire a página” que auxiliará os agentes na entrega qualificada do material e no acolhimento às vítimas.

A capacitação também contou com a presença da Promotora de Justiça da Curadoria de Direitos Humanos de Bragança Paulista, Ana Maria Buoso, que falou sobre políticas públicas e a atuação do MP, da assistente social do Gevid, Cintia Damasceno, que abordou as relações de gênero e a violência doméstica e familiar contra as mulheres, e da assistente social do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) de Bragança Paulista, Andrea Dutra, que tratou sobre a rede de atendimento às mulheres em situação de violência.

Todos os agentes do município receberão o treinamento necessário e o 2º módulo do projeto prevê a distribuição das cartilhas em todos os domicílios abrangidos pelas equipes da ESF.

A coordenadoria está instalada na Prefeitura, localizada na avenida Antônio Pires Pimentel, 2015, Centro. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail coordmulher@braganca.sp.gov.br ou pelo telefone 4034-7062. Denúncias de violência podem ser feitas pelo número 180, um serviço de denúncia especializado em violência contra a mulher com atendimento 24h.​

Acesse no site de origem: Funcionários Públicos em Bragança Paulista receberam capacitação do Grupo de Atuação Especial de Enfrentamento à Violência Doméstica do Ministério Público de São Paulo (Portal Bragança – 25/02/2016)