Governo do ES apresenta medidas de combate à violência de gênero (G1/Espírito Santo – 15/08/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Vice-governador apresentou projetos de combate a violência doméstica. Lançamento aconteceu no III Encontro Estadual da Lei Maria da Penha

Diante dos altos índices de violência contra a mulher no Espírito Santo, o governo do estado apresentou, nessa sexta-feira (14), medidas para ajudar as mulheres a se protegerem desse tipo de agressão.

Os projetos foram apresentados pelo vice-governador César Colnago, durante o III Encontro Estadual da Lei Maria da Penha, promovido pelo Ministério Público do Estado do Espírito Santo em Vitória.

O vice-governador falou sobre a campanha contra a violência doméstica que teve início em maio deste ano no rádio, TV e nas redes sociais e ainda apresentou os projetos “Visitas Tranquilizadoras” e “Homem que é o Homem”.

No primeiro projeto, policiais que participam da Patrulha da Comunidade visitam as mulheres que denunciaram violências de gênero e monitoram o contato delas com os agressores.

Já o “Homem que é Homem” se destina a incentivar uma cultura de paz e respeito nos homens que foram denunciados por agressão, através de encontros monitorados pela equipe psicossocial da Polícia Civil.

“É preciso ter políticas de prevenção que ajudem a debater esse problema tão difícil. A violência doméstica, diversas vezes, acontece entre aqueles que convivem no dia a dia. É preciso denunciar e parabenizo todas as organizações da sociedade que lutam contra a violência”, afirmou Colnago.

O evento também contou com uma palestra de Maria da Penha Maia Fernandes, liderança do movimento em defesa dos direitos da mulher e homenageada pela Lei nº 11.340/2006, batizada de “Lei Maria da Penha”.

Indices de violência

Segundo uma pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) o Espírito Santo tem a maior taxa de feminicídios no país.
Durante os anos de 2009 a 2011 foram 11,24 assassinatos a cada 100 mil mulheres capixabas. A taxa nacional é de 5,82 homicídios a cada 100 mil mulheres. O Espírito Santo é seguido pela Bahia (9,08) e Alagoas (8,84).

Acesse no site de origem: Governo do ES apresenta medidas de combate à violência de gênero (G1/Espírito Santo – 15/08/2015)