Governo do Espírito Santo lança campanha contra a violência doméstica (Sim Notícias – 18/05/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Chamar a atenção para as agressões silenciosas sofridas pelas mulheres em todo o Espírito Santo. Este é o objetivo da nova campanha da Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) e Defesa Social (Sesp) contra a violência doméstica, que teve início neste domingo (17), em intervalos comerciais de rádio e TV.

“A ideia principal é envolver toda a sociedade no combate deste problema grave”, destaca o secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, André Garcia. “Muitos destes crimes são inerentes à presença policial. As agressões acontecem dentro das casas e sem denúncias de vizinhos ou parentes, podem evoluir até para um feminicídio”.

A campanha conclama a população a denunciar os casos de agressões domésticas, utilizando o Disque-Denúncia 181. Com o mote “Violência Doméstica – não é normal viver essa rotina”, destaca que “na grande maioria das vezes, esses crimes acontecem dentro da própria casa, sendo praticados pelo marido, namorado ou ex. Uma realidade dura, mas que você pode ajudar a mudar”.

Dados do 8° Anuário do Fórum Brasileiro de Segurança Pública apontam o Espírito Santo como o segundo Estado em número de homicídios de mulheres, proporcionalmente à taxa de 100 mil mulheres. Para retirar o Estado do topo do ranking, a Sesp, por meio de ações desenvolvidas pelas polícias Civil e Militar, tem trabalhado diariamente na conscientização e na efetivação de políticas de combate à violência contra as mulheres.

A campanha publicitária é um desdobramento do anúncio de ações focadas no combate contra a violência doméstica, apresentadas em evento no Palácio Anchieta no dia 09 de março. Durante a cerimônia, o secretário André Garcia apresentou os projetos “Visitas Tranquilizadoras às Mulheres Vitimas de Violência”, acompanhado pela Polícia Militar; e “Homem que é Homem”, coordenado pela Polícia Civil.

Visitas Tranquilizadoras

As “Visitas Tranquilizadoras às Mulheres Vítimas de Violência” são um desdobramento da atuação do Patrulha da Comunidade, onde uma viatura dedicada a um bairro faz visitas aleatórias às mulheres que fizeram registros de violência doméstica em algum Distrito Policial Especializado. Os policiais militares perguntam à vítima se o agressor tem mantido contato e se cometeu novos atos violentos.

Homem que é Homem

O projeto “Homem que é Homem” é a ação da Polícia Civil com o objetivo de acompanhar os homens agressores que foram denunciados nos Distritos Policiais de Atendimento a Mulher. Estes companheiros participam de encontros organizados por uma equipe psicossocial da Polícia Civil, em um primeiro momento, por meio de intimação judicial, mas, depois, a permanência é voluntária. Em cada reunião são apresentados conceitos para uma cultura de respeito e não-violência.

A primeira reunião ocorreu no dia 10 de março, e contou com a presença de 30 homens. Foram debatidas alternativas não-violentas no âmbito das relações interpessoais, especialmente, as conjugais e familiares. Além disso, foram discutidos o processo de construção de identidades masculinas, as relações de gênero, a desconstrução de ideias sexistas e machistas. O segundo ciclo terá início no final de maio.

Fonte: Governo do Estado

Acesse no site de origem: Governo do Espírito Santo lança campanha contra a violência doméstica (Sim Notícias – 18/05/2015)