Governo lança campanha que aborda a violência contra as mulheres (SPM-PR – 22/05/2014)

Com a participação das atrizes Luana Piovani e Sheron Menezzes, um filme de 60 segundos dá início à divulgação no próximo domingo (25/05), em TVs aberta e fechada

A expectativa da ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR), Eleonora Menicucci, é que o país todo abrace a campanha Violência contra as Mulheres – Eu ligo, lançada nesta quinta-feira (22/05) em Brasília. Para alcançar essa capilaridade, as peças que incluem filmes para TV, spots de rádio, anúncios impressos e cartazes foram desenvolvidas em parceria com o Ministério das Cidades e a Secretaria de Comunicação da Presidência da República.

Com a participação das atrizes Luana Piovani e Sheron Menezzes, um filme de 60 segundos dá início à divulgação no próximo domingo (25/05), em TVs aberta e fechada. Em seguida, a campanha será sustentada por uma versão de 30 segundos, simultaneamente aos impressos e outras mídias. A comunicação fica no ar durante um mês.

A ministra destacou o empenho do governo na integração de políticas públicas. Ela explicou que o mote da ação com o Eu ligo busca estimular qualquer pessoa e não só as mulheres a não tolerar a violência. “Eu ligo porque me incomoda, porque me maltrata ver qualquer mulher ser agredida ou assassinada”. Esse conceito é criação original da agência Staff, com o qual o Disque-Denúncia do Rio de Janeiro lançou campanha nas redes.

Durante a apresentação, o chefe de gabinete do Ministério das Cidades, Joaquim Cruz, anunciou uma articulação com o setor de transportes para que 500 mil cartazes sejam afixados em ônibus. “Não é admissível que a mulher – que passa horas em deslocamentos até chegar ao trabalho – sofra qualquer violência em ônibus, trem ou metrô”, observou. O objetivo do ministério, acrescentou, ao participar da campanha e estar atentos às desigualdades de gênero, é mostrar que a mulher merece respeito em qualquer situação.

Além dos anúncios em ônibus, carros de metrô serão “envelopados” com mensagens contra o assédio sexual, que experimentou recente surto nos meios de transporte. E as instituições e empresas que estão aderindo à campanha poderão baixar, do portal da SPM (spm.gov.br), arquivos para produzir material da campanha com sua própria marca — um extenso pacote que vai de folhetos a brindes, blimps (balões aéreos), porta copos, cartazes e outros.

Aplicativo – No mesmo evento foi lançado o aplicativo para celular Clique 180, desenvolvido pela ONU Mulheres, entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero, em parceria com a SPM e apoio da Embaixada Britânica.

A diretora da ONU Mulheres no Brasil, Nadine Gasman, afirmou que se trata de uma ferramenta digital massiva, que pode salvar a vida de muitas mulheres. Com o Clique, as pessoas têm acesso direto ao Ligue 180 e também a conteúdos sobre tipos de violência, detalhamento da Lei Maria da Penha, localização da rede de atendimento e indicação de locais perigosos em cada cidade.

Segundo a representante da ONU, o Brasil é o quarto país em quantidade de celulares, com 70 milhões de usuários e mais de 100 milhões de internautas. O aplicativo será permanente e está disponível para os sistemas IOS do Iphone e Android dos demais smartphones. Pode ser baixado na Apple Store ou na Google Play. Para tanto, basta digitar Clique 180 e seguir os passos de instalação. Tanto o aplicativo quanto a campanha vão somar às ações do governo de combate à violência contra a mulher.

Comunicação Social
Secretaria de Políticas para as Mulheres – SPM

Acesse no site de origem: Governo lança campanha que aborda a violência contra as mulheres (SPM-PR – 22/05/2014)