Governo lança campanha sobre violência doméstica (Gov/PI – 17/03/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O lançamento do projeto contará com a participação de Patrícia Mourão, que é representante da Redeh, idealizadora da campanha.

A Coordenadoria Estadual de Políticas para as Mulheres do Piauí (CEPM-PI), por meio do Centro de Referência para as Mulheres Vítimas de Violência “Francisca Trindade” (CRM), irá lançar a campanha “Quem Ama Abraça Fazendo Escola”, na próxima quarta-feira (23), às 8h, no Instituto Educacional Antonino Freire, em Teresina. O projeto será desenvolvido em parceria com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e a Rede de Desenvolvimento Humano (Redeh).

De acordo com a coordenadora do CRM Francisca Trindade, Joelfa Viveiros, serão distribuídas, nas escolas da capital, cartilhas e gibis sobre violência doméstica. O lançamento do projeto contará com a participação de Patrícia Mourão, que é representante da Redeh, idealizadora da campanha.

“O Centro de Referência não atua somente no acolhimento de mulheres vítimas de violência, trabalhamos também e principalmente com a prevenção. As cartilhas e os gibis trazem um conteúdo, de caráter educativo e preventivo, sobre a violência doméstica e são de fácil manuseio tanto para os educadores, quanto para as crianças e adolescentes”, diz Joelfa Viveiros.

A coordenadora ainda destacou que a intenção é distribuir o kit informativo nos demais municípios piauienses. “As cidades que tiverem Organismos de Políticas paras as Mulheres (OPM), como Picos, Bom Jesus, Cocal de Telha e Pedro II, receberão 100 kits informativos, cada. As cartilhas também estão disponíveis para download no site do projeto, www.quemamabraca.org.br, para que sejam reproduzidas. E nós do CRM Francisca Trindade estamos à disposição para a retirada de dúvidas e auxílio nesse processo de discussão, nas escolas, sobre a violência doméstica”, conclui Joelfa.

Campanha

O “Quem Ama Abraça Fazendo Escola” é uma campanha educativa sobre a violência doméstica, de iniciativa da Rede de Desenvolvimento Humano (Redeh). O tema é debatido nas unidades escolares devido ao impacto da violência doméstica e familiar, sobretudo a exercida contra a mulher, no desenvolvimento das crianças, a qual prejudica o rendimento escolar desses alunos e alunas que podem sofrer sequelas físicas e psicológicas. A campanha traz a discussão a respeito da reprodução e promoção da cultura da violência e sobre o empoderamento da mulher.

Renayra de Sá

Acesse no site de origem: Governo lança campanha sobre violência doméstica (Gov/PI – 17/03/2016)