Guia de atendimento às mulheres vítimas de violência é lançado nesta quarta em JP (Portal Correio – 31/08/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Cartilha é uma das ações que marcam os 10 anos da Lei Maria da Penha e será disponibilizada em versão impressa e digital

A prefeitura de João Pessoa lança, nesta quarta-feira (31), o Guia Básico de Referência de Atendimento às Mulheres em Situação de Violência. O evento acontece às 14h, no Auditório do Ministério Público da Paraíba. A cartilha é uma das ações que marcam os dez anos da Lei Maria da Penha. O Guia impresso será entregue aos profissionais da rede pública de saúde e uma versão online, em PDF, pode ser obtida no site da prefeitura de João Pessoa.

A publicação é destinada aos profissionais de saúde que atuam em serviços públicos e que, ao reconhecer sinais de possível violência doméstica nas mulheres atendidas, possam encaminhá-las para a Rede de Atendimento com objetivo de auxiliar na identificação de casos de violência, além de promover o acolhimento e o encaminhamento seguro e eficaz na rede de atendimento.

De acordo com a secretária de Políticas Públicas para as Mulheres, Adriana Urquiza, a violência doméstica é uma realidade e muitas mulheres temem denunciar ou não sabem como proceder. “Muitas vezes essa mulher em situação de violência procura o serviço de saúde reclamando de sintomas que podem estar relacionados à situação de violência. Este Guia vai ser útil ao profissional que atenda possa dar o encaminhamento necessário para que esta mulher rompa este ciclo”, explicou.

A publicação traz o conceito e tipos de violência doméstica, além de explicar como se dá o ciclo da violência. O texto diz ainda que a identificação e o encaminhamento dos casos de violência contra as mulheres são indispensáveis e devem ser realizadas de forma adequada para facilitar o percurso que as mulheres têm de atravessar para romper o ciclo da violência.

O Guia também explica como funciona a Rede de Atendimento que engloba serviços especializados e não-especializados e faz parte da rede de enfrentamento à violência contra a mulher. Outro destaque é fluxograma de atendimento, que explica de forma didática que conduta o profissional de saúde deve tomar quando a mulher relatar caso de violência. Por fim, há lista com endereços atualizados dos serviços que vão ajudar o profissional a encaminhar a mulher para o local adequado ao seu caso.

Acesse no site de origem: Guia de atendimento às mulheres vítimas de violência é lançado nesta quarta em JP (Portal Correio – 31/08/2016)