Homem acusado de abusar sexualmente da própria filha pega quase 30 anos de prisão (Jornal de Uberaba – 17/10/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A 2ª Vara Criminal condenou um homem acusado de abusar sexualmente da própria filha e outra menor, sua prima. A violência se repetiu por anos e, somente depois de uma denúncia, o acusado foi condenado. Testemunhas foram ouvidas pelo juiz Fabiano Garcia Veronez. Inclusive, o próprio acusado chegou a depor perante o juízo.

Exames periciais comprovaram que as vítimas sofreram violência sexual. Uma delas relatou que sofria os abusos desde os 7 anos de idade e que as “investidas” só terminaram quando ela mudou de cidade, aos 13 anos.

Ela contou que ele a chamava para “brincar” e a obrigava a acariciar suas partes íntimas, além de manter a relação sexual. A menina declarou, ainda, que, quando se recusava a atender os pedidos, o acusado ameaçava ela e sua mãe.

Já a filha disse ao juiz que vinha sendo molestada desde os 9 anos, chegando a afirmar ter perdido sua virgindade antes mesmo da sua primeira menstruação. A mãe disse que, quando ficou sabendo, denunciou o pai imediatamente à polícia. Mensagens de texto também foram usadas como provas contra o réu.

O homem chegou a dizer à mãe que a culpa era da menina, que se insinuava para ele. De acordo com a denúncia, os crimes aconteceram entre 2002 e 2005. E depois, se repetiu entre 2001 e 2015, com sua filha menor de 14 anos. A denúncia ainda apontou injúrias contra a mãe da menina.

Em sua análise, o juiz acatou o pedido de condenação feito contra o réu. Todas as penas aplicadas, juntas, somaram 28 anos e dez meses de reclusão, em regime inicialmente fechado. O juiz negou o direito de recorrer em liberdade, mas à decisão ainda cabe recurso. (SA)

Acesse no site de origem: Homem acusado de abusar sexualmente da própria filha pega quase 30 anos de prisão (Jornal de Uberaba – 17/10/2015)