Homem acusado de mandar grupo violentar ex-mulher é julgado no PR (G1 – 14/05/2013)

Outras 3 pessoas suspeitas de participação no crime também são julgadas. Julgamento é realizado em Curitiba; caso ocorreu em novembro de 2012.

Clique na imagem para assistir à reportagem da RPCTV

A segunda etapa do julgamento do caso do ex-marido acusado de mandar matar e violentar a ex-mulher em Curitiba, em novembro de 2012, será realizada a partir da tarde desta terça-feira (14) no Juizado da Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, em Curitiba. Quatro pessoas suspeitas de participação no crime são julgadas, entre elas o ex-marido. Dois adolescentes, que também são suspeitos de envolvimento no estupro coletivo, tiveram o processo encaminhado para a Vara de Infância e Adolescência. Apesar da gravidade da agressão, a vítima foi levada ao hospital e conseguiu sobreviver. O julgamento é realizado em segredo de Justiça e começou na segunda-feira (13), quando os acusados foram ouvidos. Nesta segunda etapa, as testemunhas de defesa serão interrogadas.

O casal esteve junto por 17 anos, tem dois filhos já maiores de idade, e estava separado há cinco anos quando ocorreu o crime. Na época, a Polícia Civil disse que o ex-marido não aceitava a separação e começou a agir para intimidar a ex-mulher, principalmente, após ela iniciar o novo relacionamento.

O estupro ocorreu no dia 24 de novembro na casa da vítima e na frente do namorado dela. Ainda conforme a Polícia Civil, depois de violentarem a mulher, os suspeitos deram cinco marteladas na cabeça dela. Como ela perdeu a consciência, os suspeitos acharam que ela estava morta e fugiram.

Os quatro réus que estão sendo julgados são acusados pelo Ministério Público (MP) do Paraná de violação de domicílio, tortura, violência sexual, roubo e corrupção de menores à prática de crimes. Se forem condenados, podem cumprir mais de 30 anos de prisão.

Acesse no site de origem: Homem acusado de mandar grupo violentar ex-mulher é julgado no PR (G1 – 14/05/2013)