Homem é condenado a 70 anos de prisão por matar mulher e enteados (G1/Mato Grosso – 03/08/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Ele teria usado uma marreta para matar as três vítimas, diz MPE. Crime ocorreu no município de Nova Brasilândia, em MT

Um homem foi condenado a 70 anos de prisão, em regime fechado, por triplo homicídio no município de Nova Brasilândia, a 223 km de Cuiabá. Ele é acusado de matar, com golpes de marreta, a esposa, de 39 anos, e os dois enteados, de 11 e 14 anos de idade, na residência onde a família morava, no município. O crime ocorreu no dia 30 de julho de 2013.

O acusado foi levado a júri na Comarca de Chapada dos Guimarães, a 65 km da capital. O Ministério Público Estadual (MPE) apontou que o crime ocorreu por motivo torpe, meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima, com emprego de violência contra a mulher.

“Por motivo torpe, meio cruel e mediante recurso que dificultou a defesa da ofendida, agindo com inequívoco ânimo homicida, na posse de uma marreta, desferiu um golpe contra a vítima, atingindo-lhe a cabeça que lhe causaram a morte”, narra a denúncia.

Consta ainda que, após matar a companheira, o réu, “agindo com vontade assassina e com emprego de violência”, matou os enteados com objetivo de ocultar o primeiro crime. O MPE argumentou haver prova suficiente da materialidade e da autoria do crime e pediu a condenação do acusado por homicídio triplamente qualificado.

A defesa do réu requereu a exclusão das qualificadoras e o reconhecimento do crime continuado em relação aos enteados. O Conselho de Sentença votou pela condenação do acusado e a pena foi estabelecida em 21 anos de prisão pela morte da mulher, 21 anos pela morte da adolescente e 28 anos pela morte do menino.

De acordo com a perícia da Polícia Civil, os cadáveres foram encontrados em decomposição dentro da casa, sob cobertores deixados pelo assassino. A dona-de-casa e sua filha foram encontradas sobre a cama de um quarto, enquanto o corpo do menino foi deixado na cama de um outro. Há marcas de sangue na sala da casa e no local foram encontradas uma marreta, apontada como arma do crime, e uma lata com sinais de uso para consumo de drogas como pasta-base de cocaína.

A polícia foi até o local depois que algumas pessoas da cohab, localizada perto da estrada de acesso a Planalto da Serra (município a 254 km da capital), deram pela falta da família. Na área da residência, trancada, também chamava atenção o cheiro provocado pelos corpos em decomposição. Conforme testemunhas, o acusado teria se mudado para a casa da mulher, 60 dias antes do crime, e teria se revoltado ao saber de uma suposta traição.

Acesse no site de origem: Homem é condenado a 70 anos de prisão por matar mulher e enteados (G1/Mato Grosso – 03/08/2015)