Homem é condenado por matar companheira (TJMT – 16/11/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Márcio Mendes Barboza foi julgado pelo Tribunal do Júri da comarca de Várzea Grande, na última quinta-feira (12 de novembro), e condenado a 15 anos de reclusão pelo assassinato da companheira Ludimila Ferreira Petrosine. A sessão de julgamento foi realizada pelo juiz de direito da 1ª Vara Criminal, Otávio Vinicius Affi Peixoto.

Na sentença, o magistrado determinou o cumprimento da pena em regime fechado, negando ao condenado o direito de recorrer em liberdade. Otávio Vinicius Affi também isentou Márcio Barboza do pagamento das custas e despesas processuais, uma vez que o réu foi assistido pela Defensoria Pública. Leia AQUI o texto completo.

De acordo com o processo, o crime aconteceu em 12 de outubro de 2014, por volta das 02h00min, no Bairro Cohab Dom Bosco, em Várzea Grande. Márcio teria efetuado golpes de arma branca contra sua companheira, provocando-lhe a morte. A filha da vítima teria presenciado o ocorrido e sido encontrada horas depois ao lado do corpo da mãe.

O promotor de justiça Milton Pereira Merquiades foi o responsável pela acusação do réu e a defensora pública Odila de Fátima dos Santos fez a defesa. Márcio Mendes Barboza foi condenado por homicídio duplamente qualificado por motivo torpe e emprego de recurso que tornou impossível a defesa da vítima e teve a pena aumentada em dois anos de reclusão por se tratar de violência contra a mulher.

Assessoria de Comunicação CGJ-MT

Acesse no site de origem: Homem é condenado por matar companheira (TJMT – 16/11/2015)