Homem que estrangulou companheira pega 9 anos de prisão (TJGO – 12/03/2014)

O 1° Tribunal do Júri de Goiânia, presidido pelo juiz Jesseir Coelho de Alcântara, condenou, nesta quarta-feira (12), Antônio Sérgio Alves Bispo a 9 anos de reclusão. Ele matou sua companheira Juliana Pereira de Moura por estrangulamento. A pena será cumprida na Penitenciária Odenir Guimarães, antigo Cepaigo, em regime inicialmente fechado.

Durante a sessão, a defesa de Antônio sustentou a tese de que ele não teria cometido o crime e, pleiteou a exclusão da qualificadora de homicídio com emprego de asfixia, tortura ou outro meio cruel. O Conselho de Sentença atribuiu o estrangulamento da vítima ao réu, mas não acatou a qualificadora. Ao dosar a pena, Jesseir observou que as circunstâncias em que o crime ocorreu prejudicaram o réu, que “após ceifar a vida da vítima, tentou fazer parecer um suicídio”.

Além disso, ele asseverou que o crime ocorreu em razão das muitas brigas e discussões entre o casal, mas que o comportamento da vítima não contribuiu para o desfecho do fato.

Denúncia

Segundo a denúncia, o crime foi cometido em 15 de julho de 2012, no Jardim Novo Mundo, na capital. Antônio Sérgio matou Juliana Pereira de Moura, por estrangulamento, com um fio de telefone. O casal vivia em desarmonia e o réu nutria ciúmes doentio pela vítima. O acusado tentou dissimular um auto-extermínio e comunicou aos vizinhos um suicídio. (Texto: Brunna Ferro – estagiária do Centro de Comunicação Social do TJGO)

Acesse no site de origem: Homem que estrangulou companheira pega 9 anos de prisão (TJGO – 12/03/2014)