Homicídio de mulheres cai 34% em 2016 no ES, aponta governo (G1/Espírito Santo – 14/06/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

No entanto, o estado sendo o segundo com o maior número de feminicídios. Dados também apontam redução no número de homicídios gerais.

Apesar do Espírito Santo ainda estar no topo do ranking quando o assunto é homicídio de mulheres – perdendo apenas para Roraima – no ano de 2016 houve uma redução de 34% no número de mortes de mulheres.

Secretário de Segurança do Espírito Santo, André Garcia, fala sobre manifestações (Foto: Reprodução/TV Gazeta)

Secretário de Segurança do Espírito Santo, André Garcia, fala sobre manifestações (Foto: Reprodução/TV Gazeta)

Os dados da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) apontam que, de janeiro a junho de 2015, aconteceram 67 feminicídios. Já no mesmo período de 2016, foram 44 registros de mortes de mulheres.

De acordo com a Sesp, também houve uma diminuição significativa no número de assassinatos no geral. Os dados apontam uma redução de 21% na taxa de homicídios entre janeiro e junho deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado.

Em 2015, foram 705 homicídios registrados, enquanto este ano são 555 mortes até agora. A taxa de homicídios registrada em 2015, de 35.4 mortes para cada grupo de 100 mil habitantes. É a menor taxa em 23 anos, segundo a secretaria.

Em Vitória, a diminuição foi de 21%, Vila Velha teve queda 12%, na Serra a redução foi 21%, em Cariacica queda de 39% e em Guarapari a taxa de homicídios caiu 6%.

“Esta queda é fruto de planejamento por da Secretaria da Segurança; integração entre as polícias Militar, Civil e o Corpo de Bombeiros; e comprometimento por parte de todos os policiais que, atuam nas ruas para garantir a proteção dos capixabas”, disse o secretário da Sesp, André Garcia.

Violência contra a mulher em debate na Rede Gazeta

“A culpa não é delas” é o tema da edição do encontro Diálogos Rede Gazeta, a ser realizado nesta quarta-feira. O debate aberto ao público, ocorrerá no auditório da empresa, em Ilha de Monte Belo, Vitória, com inscrições gratuitas e transmissão ao vivo no portal de notícias Gazeta Online. O objetivo é discutir a violência contra a mulher e sugerir mudanças de comportamento da sociedade.

O evento será mediado pelo macroeditor de Cidades da Redação Integrada Multimídia, Geraldo Nascimento, e pelas repórteres Katilaine Chagas e Mayra Bandeira, autoras da série de matérias “Violência Sexual: Crime Invisível”, publicada no jornal A Gazeta e no site Gazeta Online, nas últimas semanas.

Os internautas poderão assistir ao encontro e enviar perguntas aos convidados pelo Whatsapp, que será divulgado no dia. Os participantes presentes no auditório também vão poder entregar questionamentos aos cinco especialistas convidados da área de segurança e saúde pública, que vão discutir como reduzir a violência e o papel da sociedade no combate a crimes contra a mulher.

O secretário de Segurança Pública do Governo do Estado, André Garcia, é um dos que já confirmaram presença. Junto a ele, participam como debatedoras a juíza Hermínia Azoury; a delegada titular da Delegacia Especializada da Mulher de Vitória, Arminda Rodrigues; a especialista em Ciências Criminais, Carmen Hein; e a psicóloga Adriana Müller.

As inscrições são gratuitas e limitadas estão sujeito à lotação do auditório da Rede Gazeta. Para participar, basta enviar nome, telefone e endereço para o e-mail institucional@redegazeta.com.br.

Elis Carvalho
De A Gazeta

Acesse no site de origem: Homicídio de mulheres cai 34% em 2016 no ES, aponta governo (G1/Espírito Santo – 14/06/2016)