Infratores da Lei Maria da Penha assistem à palestra sobre como evitar a agressividade (TJCE – 29/07/2013)

O Núcleo de Atendimento ao Homem Autor de Violência Doméstica contra a Mulher (Nuah) promoveu oficina socioeducativa no Fórum Clóvis Beviláqua. O evento, realizado nessa sexta-feira (26/07), foi direcionado a infratores da Lei Maria da Penha.

Durante a palestra, o pastor Nelson Massambani, do projeto Celebrando Restauração, da Igreja Batista Central de Fortaleza, mostrou como reações agressivas descontroladas podem ser provocadas, identificadas e evitadas.

Na opinião do pedreiro F.A.S., o encontro serviu para despertar a consciência em relação à violência. O maqueiro W.C.S. aproveitou para mudar conceitos. Ele considerou o momento importante para ajudá-los a melhorar como pessoas.

Essa é segunda vez que o pastor Nelson Massambani ministra oficina socioeducativa do Nuah. A primeira foi em fevereiro deste ano, quando falou sobre alcoolismo e drogas. “É um privilégio dar oportunidade para eles [assistidos] buscarem ajuda. O problema da violência é complexo e as soluções são varias”.

O TRABALHO DO NUAH

O Núcleo oferece assistência de psicólogos, assistentes sociais e profissionais da área do Direito a homens que cometeram agressões contra mulheres. Os assistidos são encaminhados pelo Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Comarca da Capital.

São oferecidas, todos os meses, oficinas socioeducativas. Além disso, os participantes são encaminhados para projetos de instituições parceiras, como o Celebrando Restauração.

O Nuah é um projeto da Vara de Penas Alternativas de Fortaleza, em parceria com a Secretaria de Justiça e Cidadania do Ceará (Sejus) e com o Ministério da Justiça.

Acesse no site de origem: Infratores da Lei Maria da Penha assistem à palestra sobre como evitar a agressividade (TJCE – 29/07/2013)