Itaipu, PTI e comunidade de Foz do Iguaçu aderem ao movimento mundial #ElesPorElas (ONU Mulheres – 22/06/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Ação internacional, liderada pela ONU Mulheres, tem como objetivo sensibilizar empresas, universidades e governo em prol da igualdade de gênero

A Itaipu Binacional, reconhecida em todas as quatro edições do Selo Pró-Equidade de Gênero do governo federal, se juntará à Fundação Parque Tecnológico Itaipu (FPTI) e à comunidade de Foz do Iguaçu, para aderir ao movimento mundial www.heforshe.org/pt (HeforShe), da ONU Mulheres. A ação internacional tem como objetivo sensibilizar empresas, universidades e governo para o tema.

A adesão será feita numa cerimônia especial com a participação de grandes lideranças de homens e mulheres, na próxima quinta-feira, 25, às 14 horas, no Cineteatro dos Barrageiros, nas dependências da usina. São esperadas mais de 500 pessoas para a programação.

A ministra Eleonora Menicucci, da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM); a ministra paraguaia Ana Maria Baiardi, do Ministerio de la Mujer; a diretora regional da ONU Mulheres para as Américas e Caribe, Luiza Carvalho; e as representantes da ONU Mulheres Brasil e Paraguai, Nadine Gasman e Carolina Taborga, já estão confirmadas, além da diretoria de Itaipu. Outros convidados e convidadas importantes devem confirmar presença no decorrer da semana.

Na solenidade, o diretor-geral brasileiro, Jorge Samek, e o diretor-geral paraguaio, James Spalding, assinarão o documento assumindo o compromisso da instituição com a igualdade entre homens e mulheres. Para a diretora financeira executiva da Itaipu, Margaret Groff, vencedora do Oslo Business for Peace Awards e reconhecida nacional e internacionalmente como uma das principais defensoras do empoderamento das mulheres, a adesão da empresa ao movimento mostra mais uma vez o protagonismo de Itaipu.

A diretora explica que o Comitê de Incentivo à Equidade de Gênero já vinha envolvendo os homens nesse debate, por meio de ações afirmativas, que geram mudanças de comportamento e, por consequência, da cultura organizacional. E, o que é melhor: traz benefícios para os dois gêneros. “Com esse novo passo, a binacional passa a discutir de forma ainda mais contundente uma agenda, que é urgente e de extrema importância para toda a humanidade e a sustentabilidade do planeta”.

Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres Brasil, destaca o ineditismo da adesão da binacional. “Sob a liderança da Itaipu, estamos realizando o primeiro lançamento de empresas, envolvendo o Brasil e o Paraguai. Essa é uma mobilização decisiva para o setor corporativo e estamos conseguindo ampliar o movimento ElesPorElas para funcionários, clientes, fornecedores e corporações”.

Evento – A programação deve começar por volta das 14h, com apresentações artísticas. A banda londrinense de jazz Cluster Sisters, que inclui mulheres e homens entre os integrantes e participou da primeira edição do programa Superstar, da Rede Globo, abre a programação musical. Em seguida, os roqueiros do conjunto paraguaio Revolver sobem ao palco. O jornalista Carlos Gruber e a atriz paraguaia Lali Gonzalez serão os mestres de cerimônia.

Reconhecimento – Signatária dos Princípios de Empoderamento das Mulheres, da ONU Mulheres e do Pacto Global, a Itaipu recebeu, em 2013, o 1º Prêmio de Liderança em Empoderamento das Mulheres, na categoria “Sete Princípios”. Em 2014, a empresa liderou a realização do Prêmio Princípios de Empoderamento das Mulheres Brasil, o qual destacou 20 empresas de pequeno, médio e grande porte.

A empresa também conta certificados do selo Pró-Equidade de Gênero e Raça, concedido pelas Secretarias de Políticas para as Mulheres (SPM) e de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), ONU Mulheres e Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Acesse no site de origem: Itaipu, PTI e comunidade de Foz do Iguaçu aderem ao movimento mundial #ElesPorElas (ONU Mulheres – 22/06/2015)