IV Simpósio Internacional para o Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas, Rio de Janeiro, 29 e 30/05/2014

A quarta edição do Simpósio Internacional para o Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas tem como objetivo discutir temas específicos entre os agentes que lidam com a problemática quotidianamente, para fins de capacitação e aperfeiçoamento profissional e institucional na área referente ao “Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas”.

O evento é promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em parceria com o Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região.

Em outubro de 2013, o Ministério da Justiça divulgou pesquisa inédita sobre tráfico de pessoas nos 11 estados de fronteira do Brasil. O estudo mostra que pelo menos 475 brasileiros, no período de 2005 a 2011, foram identificados como vítimas do tráfico de pessoas. A maioria deles é de mulheres entre 18 e 29 anos e adolescentes. Mas além delas, outros grupos também estão vulneráveis ao tráfico.

Ainda de acordo com a pesquisa, o Brasil possui características que dificultam o enfrentamento ao tráfico de pessoas: é um pais de origem, trânsito e destino de vítimas. Há brasileiros encontrados no exterior e estrangeiros no Brasil, vítimas do tráfico de pessoas. Há casos de brasileiras vítimas de tráfico para fins de exploração sexual na Europa Ocidental e paraguaias no Brasil vítimas da mesma modalidade. Com relação ao trabalho escravo, por exemplo, há bolivianos, paraguaios, peruanos, chineses e bangalis explorados no Brasil, assim como são encontrados brasileiros na Europa.

Promessas de contratação em clubes esportivos do exterior, de casamento com estrangeiros, de cirurgias de mudança de sexo (travestis) e de trabalho como modelo são alguns dos muitos artifícios de traficantes para atrair as vítimas.

Serviço

Data: 29 e 30 de maio de 2014
Local: Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região – Rio de Janeiro/RJ
Horário: das 9h às 18h
Público-alvo: Magistrados, membros do Ministério Público, representantes do Ministério da Justiça, advogados públicos (Defensoria Pública da União, Estados, AGU), auditores fiscais do Trabalho, polícias judiciária e administrativa, Secretarias de Educação e da Saúde e Rede de Atendimento às Vítimas.
Inscrições: de 24 de abril a 21 e maio

Clique para inscrição e mais informações