Jaú entrega Centro de Referência da Mulher (JCNET – 07/01/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O público feminino da cidade de Jaú (47 quilômetros de Bauru) ganhou um aliado no combate à violência contra a mulher. O Centro de Referência e Atenção da Mulher, batizado de Casa Rosa “Dra. Maria Antonia Sinatura Barros”, chega para apontar demandas, levantar dados concretos e tornar efetiva a implantação de políticas públicas para mulheres por meio de ações específicas, integrando e humanizando o atendimento psicossocial e de saúde às mulheres em situação de violência. Visa o desenvolvimento de estratégias efetivas de prevenção e de políticas públicas que garantam a conscientização das mulheres e seus direitos humanos, a responsabilização dos agressores e a assistência qualificada a elas.

O centro é um equipamento público que vai trazer atendimentos interdisciplinares e multisetoriais para as mulheres jauenses. “Nesse local, uma equipe de profissionais dará um atendimento completo e de primeira qualidade, de forma gratuita”, segundo o prefeito Rafael Agostini.

A Casa Rosa integra no mesmo espaço serviços especializados para o atendimento às vítimas expostas aos mais diversos tipos de violência. Com um trabalho voltado à integração e formação de uma rede de atendimento que possibilite agilizar os processos envolvidos na problemática que envolve a violência doméstica.

O local terá como principais atividades acolhimento, apoio psicossocial; assistência jurídica, promoção de autonomia econômica; central de transportes; cuidado para as crianças envolvidas – brinquedoteca; alojamento de passagem; serviços de saúde (cardiologia, dermatologia, fonoaudiologia, nutrição, planejamento familiar, ginecologia – contracepção de emergência, prevenção de doenças sexualmente transmissíveis/Aids, e um serviço inovador e pioneiro na rede pública de saúde: Fertilidade Humana) e orientação e acesso aos programas de assistência social. Além disso, a Casa Rosa têm várias parcerias formalizadas: Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), varas especializadas, Ministério Público e Defensoria Pública.

Acesse no site de origem: Jaú entrega Centro de Referência da Mulher (JCNET – 07/01/2016)