Jornada de Estudos foi produtiva, avalia Marilsen (TJMT – 21/08/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Diretora da Escola Superior da Magistratura (Esmagis-MT), Marilsen Andrade Addario avaliou como excelente e produtiva a realização da VI Jornada de Estudos realizada pelo TJMT, em parceria com a Associação dos Magistrados Mato-grossenses (Amam). O encontro foi realizado nos dias 17 e 18 de julho com o intuito de trocar informações com os magistrados dos polo judiciário IX. O evento também abordou aspectos do Novo Código de Processo Civil.

“O novo código de processo civil entrará em vigor em pouco tempo e nós não sabemos de fato o que irá ocorrer, por enquanto sabemos apenas que ele está aí. Por isso é que nós temos que começar a debatê-lo. Nós teremos grandes e muitas mudanças, algumas delas trazem surpresas, mas temos certeza que com boa vontade nós utilizaremos esta ferramenta para melhorar a entrega da prestação jurisdicional à população. A intenção do legislador é processo mais rápido e menos erro judicial, e é isso que estamos dispostos a fazer”, explicou a magistrada.

A próxima Jornada será realizada em Cáceres, em agosto. De acordo com a desembargadora, provavelmente o tema abordado será o mesmo. “A jornada está percorrendo o Estado, utilizando a estratégia de reunir juízes que atuam nos polos por conta da distância entre as cidades. A nossa intenção é chamar os juízes, ouvir a sociedade, trocar ideias, aprender com os magistrados e transmitir as boas práticas daqueles que estão trabalhando melhor com relação àqueles que estão tendo mais dificuldades”, avaliou.

Marilsen lembrou ainda que a Escola da Magistratura também oferece para os magistrados e assessores curso sobre o novo CPC, com a possibilidade de eles assistirem de forma on line pela internet e sanar dúvidas junto à Esmagis-MT.

Participaram do evento magistrados do polo IX, que compreende os municípios de Barra do Garças, Novo São Joaquim, Nova Xavantina, Campinápolis, Água Boa e Canarana, e do polo XI, que inclui as cidades de São Félix do Araguaia, Porto Alegre do Norte, Vila Rica, Querência e Ribeirão Cascalheira.

Acesse no site de origem: Jornada de Estudos foi produtiva, avalia Marilsen (TJMT – 21/08/2015)