Juíza da Vara de Medidas Protetivas discute feminicídio em Anhanduí (TJMS – 17/06/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A quinta-feira (16) foi agitada para a juíza Jacqueline Machado, da 3ª Vara da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Capital, conhecida como Vara de Medidas Protetivas. Ela passou o dia envolvida com palestras e capacitação em Anhanduí, acompanhada da promotora Luciana Rabelo.

A juíza explicou que no distrito não há pedidos de medidas de proteção das mulheres por falta de informação e atendimento. De manhã, a palestra versou sobre violência doméstica e familiar contra a mulher, direcionada ao público adolescente na Escola Municipal José do Patrocínio.

À tarde, houve a capacitação dos técnicos da CAC, guardas municipais e policiais militares sobre o atendimento da mulher vítima de violência doméstica e familiar. Em seguida, uma nova palestra foi ministrada para adolescentes da Escola Municipal Isauro Bento Nogueira.

A promotora respondeu pelas palestras aos adolescentes, enquanto a juíza abordou o tema feminicídio e falou também sobre a Paz em Casa. Ambas ministraram a capacitação.

Autor da notícia: Secretaria de Comunicação

Acesse no site de origem: Juíza da Vara de Medidas Protetivas discute feminicídio em Anhanduí (TJMS – 17/06/2016)