Juíza Tatiane Moreira Lima é homenageada na Câmara de São Paulo (TJSP – 16/05/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Na noite da última quinta-feira (12), a magistrada Tatiane Moreira Lima, da Vara da Região Oeste de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher do Foro Regional do Butantã, foi homenageada pela Câmara de São Paulo, em cerimônia que contou com a presença do presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Paulo Dimas de Bellis Mascaretti e do presidente da Associação Paulista de Magistrados, juiz Jayme Martins de Oliveira Neto.

Presidida pelo vereador Nelo Rodolfo, autor do projeto que atribuiu à juíza o diploma de Honra ao Mérito – diploma esse que o vereador estenderá aos policiais militares que atuaram no episódio no FR do Butantã, no qual Tatiane Moreira Lima foi agredida por uma das pessoas com a qual teria audiência no dia dos fatos. Nas palavras do vereador, “a agressão à juíza atenta contra todos nós”.

Na mesma solenidade, a magistrada recebeu da presidente do Conselho da Mulher da Associação Comercial de São Paulo, Marly Meirelles Breves Baruffaldi, o troféu “Marco da Paz”.

Ao fazer uso da palavra, o presidente da Apamagis, juiz Jayme Martins de Oliveira Neto, destacou a importância do trabalho realizado pela juíza e destacou que “há inúmeros heróis anônimos na magistratura passando por muitas dificuldades”.

O presidente Paulo Dimas concordou com o colega: “Temos todos os dias exemplos de juízes e juízas destemidos que honram a toga e não temem suas atividades. Devemos enaltecer todos os dias esse trabalho. Tenho orgulho de ser presidente de um tribunal que tem uma juíza como você”, disse se referindo à homenageada.

Ao agradecer a iniciativa da Câmara de São Paulo e aos presentes, a magistrada Tatiane Moreira Lima falou que a questão da violência contra a mulher em nosso País é cultural e ainda há muito trabalho pela frente e falou de sua atuação nessa área. “O juiz da Vara da Violência Domestica deve ser, especialmente vocacionado pois, além de julgar com imparcialidade, deve se ver como servidor público no sentido mais amplo, servindo a população, disseminando seu conhecimento e trabalhando também em prol da prevenção de tal fenômeno. Mesmo diante de todas as adversidades, acredito na mudança comportamental de nossa sociedade e que juntos mudaremos o destino de milhares de mulheres rompendo o ciclo de violência.”

Também participaram da mesa de honra o 2º vice-presidente da Câmara, George Hato; o promotor de Justiça Yuri Giuseppe Castiglione, representando o procurador-geral de Justiça; o vice-presidente da Subseção da OAB – Butantã, Jair Benedito de Souza, representando o presidente da OAB SP; a governadora assistente do Distrito 4610 do Rotary Internacional, Danielle Sato Toledo Leme; a presidente da ONG Provisa, Maria de Lourdes de Oliveira; o presidente em exercício do Rotary SP/Butantã, Renato Paraventi Neto; os conselheiros da OAB SP Marcelo Lobo e Mayra Pereira Telles; juízes, integrantes do Ministério Público, da Advocacia, policiais militares e civis e cidadãos paulistanos.

Comunicação Social TJSP – RS (texto)

Acesse no site de origem: Juíza Tatiane Moreira Lima é homenageada na Câmara de São Paulo (TJSP – 16/05/2016)