Juízes falam sobre ciclo da violência em Cáceres (TJMT – 26/07/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Cáceres (a 225 km da capital) foi o terceiro polo a receber a capacitação da campanha Justiça pela Paz em Casa, que visa preparar psicólogos, assistentes sociais e oficiais de justiça para um melhor atendimento às vítimas de violência doméstica e familiar na região. Aproximadamente 60 pessoas participaram das palestras na última sexta-feira (22 de julho), no Fórum. A iniciativa é da Corregedoria-Geral da Justiça de Mato Grosso (CGJ-MT) em parceria com a Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Cemulher).

Três magistrados foram palestrantes no evento. A juíza Ana Cristina Silva Mendes, da 10ª Vara Criminal e da 1ª Vara Especializada de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Cuiabá, falou sobre o tema da segunda edição da campanha em 2016: ‘Cabeça de Mulher’. O magistrado Jeverson Luiz Quinteiro, da 2ª Vara Especializada de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da capital, abordou medidas protetivas. E o juiz Jamilson Haddad Campos, da 1ª Vara Especializada de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Cuiabá, discorreu sobre alienação parental e ‘Guarda compartilhada e a Lei Maria da Penha’.

De acordo com Jamilson Haddad, a qualificação em Cáceres superou as expectativas, os servidores ficaram satisfeitos e pediram que as capacitações sejam mais constantes. “Parabenizo o Poder Judiciário por oportunizar aos servidores das comarcas do interior esse curso, durante o qual puderam receber embasamento teórico e prático no sentido de estabelecer uma diretriz de qualidade para uma prestação jurisdicional mais uniforme em prol das vítimas de violência doméstica, dos agressores e da população em geral”, afirmou.

O próximo polo a receber a capacitação será Rondonópolis (a 212 km de Cuiabá). A campanha Justiça pela Paz em Casa ocorre de 15 a 19 de agosto, em todo o país. Em Mato Grosso, além dos julgamentos de processos e da realização de júris, as ações sociais terão destaque na programação, que será divulgada em breve.

Ana Luíza Anache | Foto capa: CNJ
Assessoria de Comunicação CGJ-MT

Acesse no site de origem: Juízes falam sobre ciclo da violência em Cáceres (TJMT – 26/07/2016)