Justiça em MS acumula 14,2 mil ações sobre violência contra mulher (G1 – 26/03/2013)

Somente em Campo Grande há 7,1 mil processos nas varas especializadas. Assunto foi mostrado em reportagem do Bom Dia MS desta terça-feira (26).

As duas varas especializadas especializadas em casos de violência contra a mulher em Campo Grande acumulam mais de 7,1 mil processos e audiências marcadas até 2014. A demora na decisão da Justiça dificulta a recuperação das vítimas de violência, na opinião de quem trabalha diariamente no atendimento às mulheres. O assunto foi mostrado em reportagem do Bom Dia MS desta terça-feira (26).

Um levantamento do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) mostra que, em todo o país, há 66 varas especializadas, mas o ideal seria o dobro. O órgão recomenda que em Dourados e Corumbá sejam abertas duas novas varas especializadas.

Segundo o juiz José Carlos de Paula, da 2ª Vara de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, em média são instauradas por mês 200 novas ações penais e medidas protetivas. No interior do estado, ações deste tipo tramitam em varas criminais comuns. A estimativa do judiciário é que haja 7,1 mil processos.

Um centro que oferece assistência jurídica e psicológica a vítimas em Campo Grande promove, em média, 4,8 mil atendimentos por ano. A psicóloga responsável, Elenise Roldan Melgarejo, diz que a espera pelas decisões da Justiça dificulta a recuperação das vítimas. “A mulher sofre a ansiedade e a frustração de não ter as coisas resolvidas no momento em que ela precisa”, afirma.
Serviço

Os telefones do centro de atendimento à mulher em Campo Grande são (67) 3361-6191, 3361-7519 e 0800-67-1236.

Acesse no site de origem: Justiça em MS acumula 14,2 mil ações sobre violência contra mulher (G1 – 26/03/2013)