Justiça garante internação de idosa portadora de esquizofrenia que sofria violência doméstica (Olhar Jurídico – 29/10/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A Justiça de Mato Grosso deferiu um pedido de antecipação de tutela para que uma idosa de 74 anos, vítima de violência doméstica empregada pelo próprio filho, fosse levada para casa de repouso. A ação foi proposta defensora pública Silvia Maria Ferreira, na sexta-feira (23) à tarde e no sábado (24) a assistida foi amparada.

Conforme a ação, a idosa, portadora de esquizofrenia, vivia com o filho e contava com o auxílio de cuidador e enfermeiro no sistema home care. No último dia 11, por sua vez, o MT Saúde, que fez a denúncia de maus-tratos, foi acionado para atendimento de urgência e encontrou a idosa acamada, magra, com escaras nas costas e sangramento vaginal com necessidade de sutura.

O sangramento, de acordo com laudo médico e boletim de ocorrência, ocorreu após higiene corporal realizada pelo filho no banho de aspersão, sem auxílio da profissional de enfermagem de plantão na residência, e suspeitou-se ainda de violência sexual.

O MT Saúde arcará com o pagamento da residência geriátrica, bem como continuará prestando o serviço de home care.

Arthur Santos da Silva

Acesse no site de origem: Justiça garante internação de idosa portadora de esquizofrenia que sofria violência doméstica (Olhar Jurídico – 29/10/2015)