Justiça lembra o Dia Internacional da não-Violência contra a Mulher (TJPB – 25/11/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Neste 25 de novembro se comemora o Dia Internacional da Não Violência Contra a Mulher. A data ficou conhecida mundialmente por conta do maior ato de violência cometida contra mulheres, no ano de 1960, onde as irmãs Dominicanas Pátria, Minerva, e Maria Teresa, conhecidas como “Las Mariposas”, que lutavam por soluções para problemas sociais de seu país, foram perseguidas, por diversas vezes presas, até serem cruelmente assassinadas.

A partir desse fato, 25 de novembro passou a ser o “Dia Internacional da Não Violência Contra a Mulher”, definido por organizações de mulheres de todo o mundo reunidas em Bogotá, na Colômbia, em 1981, em homenagem as irmãs, que responderam com sua dignidade à violência, não somente contra a mulher, mas contra todo um povo.

A data também marca o início da Campanha “16 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra as Mulheres”, instituída em 1991, por mulheres de diferentes países, reunidas pelo Centro de Liderança Global de Mulheres (Center for Women’s Global Leadership – CWGL).

A Campanha tem como objetivo promover o debate e denunciar as várias formas de violência contra as mulheres no mundo. O período escolhido para as atividades é bastante simbólico, já que se inicia no dia 25 de novembro – Dia Internacional da Não Violência Contra as Mulheres – e finaliza no dia 10 de dezembro – Dia Internacional dos Direitos Humanos. Desse modo, é feita uma vinculação entre a luta pela não violência contra as mulheres e a defesa dos Direitos Humanos.

Em comemoração a data, o Tribunal de Justiça da Paraíba, através da Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência, que tem a frente a juíza e Coordenadora Rita de Cássia Andrade, promove palestra sobre a Lei 11.340/2006 (Lei Maria da Penha), na próxima sexta-feira (27), às 09hs00, para militares em formação, no 16º RCMec. Regimento de Cavalaria Mecanizado, que fica na Av. Marechal Rondon, s/n – Alto Boa Vista, na cidade de Bayeux – PB. A iniciativa contou ainda com eventos no 15º Batalhão de Infantaria Motorizado localizado na Av. Cruz das Armas, 281 – Cruz das Armas e no 1º Grupamento de Engenharia de Construção, situado na Av.: Presidente Epitácio Pessoa, 2205 – Bairro dos Estados, ambos nesta capital.

Para a Magistrada as atividades alusivas à data visa despertar todas as instituições públicas, privadas e a sociedade civil em geral, para o grave problema social da violência doméstica contra as mulheres, cujo tema ainda constitui um grande desafio na área dos Direitos Humanos em diversos países e na sociedade contemporânea.

Nayana Duarte – com informações da SPM (Secretaria de Políticas para Mulheres da Presidência da República)

Acesse no site de origem: Justiça lembra o Dia Internacional da não-Violência contra a Mulher (TJPB – 25/11/2015)