Lajeado inaugura espaço para proteção e acolhimento das mulheres vítimas de violência (Grupo Independente – 22/06/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Centro de Referência e Atendimento à Mulher (Cram) passa atender o público feminino na próxima segunda-feira (27)

Lajeado possui mais uma ferramenta de auxílio e proteção às mulheres vítimas de violência. A prefeitura inaugura, neste sábado (25), às 10h, o Centro de Referência e Atendimento à Mulher (Cram), vinculado à Rede de Proteção e Apoio à Mulher.

O objetivo do Cram é ser um articulador de serviços, favorecendo acesso aos serviços de saúde, justiça, educação, geração de renda e segurança para mulheres a partir de 18 anos, além de buscar resgatar sua autoestima.

A comandante Nádia Gerhard esteve por cinco anos a frente do quadragésimo Batalhão de Policia Militar de Estrela. Como não poderá se fazer presente no próximo sábado, esteve conhecendo o espaço na tarde desta terça-feira (21).

Além de oferecer um espaço de acolhimento, local visa informar as mulheres dos seus direitos. (Foto: Nícolas Horn)

“O Centro de Referência vem para mostrar para as mulheres que há pessoas favoráveis a ela e que fazem esse acolhimento. O objetivo do centro é ter um lugar específico com uma gama de profissionais trabalhando interdisciplinarmente para que a mulher se sinta mais segura e bem informada a respeito de seus direitos”, relata.

O Cram oferece atendimento e acompanhamento psicológico, social, jurídico, orientação e informação às mulheres em situação de violência. Nádia ressalta a necessidade das mulheres conhecerem os seus direitos. “A última porta que a mulher tem que entrar é a da polícia. É preciso antes estar fortificada através da coordenadoria da mulher e outros serviços disponíveis”, afirma.

A Rede de Proteção

A coordenadora de Políticas Públicas para as Mulheres (CPPM) Danielle Pimentel explica que Lajeado possui uma Rede de Proteção e enfrentamento das Violências contra as Mulheres. A cadeia engloba a Delegacia de Atendimento Especializado à Mulher (Deam), o Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), o Centro de Referência de Assistência Social (Cras), Casa de Passagem, Brigada Militar e o Serviço de Assistência Jurídica (Sajur).

Danielle reforça a importância de oferecer mais uma porta para fortalecimento da Rede de Proteção. “Que seja aquela via que a mulher possa buscar todos os serviços multidisciplinares, psicológico, jurídicos e que possamos estar acompanhando ela durante todo o processo”, assinala.

O programa Papos de Mulher transmite a inauguração ao vivo a partir das 10h, do próximo sábado. A população é convidada a participar.

O Centro de Referência e Atendimento à Mulher (Cram) está localizado na rua Borges de Medeiros, 370, Centro, em espaço cedido pela Secretaria de Educação (SED). O contato pode ser feito através dos telefones (51) 3982-1061 ou 8041-3510. O serviço estará ativo a partir de segunda-feira (27).

Acesse no site de origem: Lajeado inaugura espaço para proteção e acolhimento das mulheres vítimas de violência (Grupo Independente – 22/06/2016)