Mais celeridade aos processos que envolvem violência doméstica em Pernambuco (Folha PE – 15/08/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

TJPE vai dar início a força-tarefa para julgar, só no Recife, 200 processos que estão em tramitação

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) dará início, esta semana, a uma força-tarefa a fim de dar maior celeridade aos processos em tramitação na casa que envolvem violência doméstica. Com isso, as Centrais de Agilização Processual pretendem, só no Recife, julgar mais de 200 processos.

Em razão dos 194 anos do TJPE, Maria da Penha Maia Fernandes, vítima emblemática da violência doméstica que deu nome à Lei Maria da Penha, foi homenageada nesta segunda-feira (15) com a Medalha do Mérito Judiciário Desembargador Joaquim Nunes Machado Grau Grande Oficial.

“A gente sabe das dificuldades que é desconstruir a cultura do machismo. Mas, nesses dez anos, avançamos, mas claro que ainda falta muito para que as políticas públicas tirem a lei do papel. Ela (a lei) está presente na Capital, mas precisa se fortificar nas cidades do Interior, já que lá não há centros de referência e apoio às mulheres”, avaliou Maria da Penha.

Com a força-tarefa, o TJPE pretende dar uma atenção especial à questão. É o que garante a coordenadora da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal, a desembargadora Dayse Andrade. “Ao aumentar o número de juízes e magistrados para trabalhar num mesmo foco, otimizaremos o trabalho das equipes que apoiam as varas”.

Só neste ano, mais de oito mil ligações foram registradas pelo 180.

Acesse no site de origem: Mais celeridade aos processos que envolvem violência doméstica (Folha PE – 15/08/2016)