Mais de 140 estudantes recebem certificados do Projeto ‘Maria vai à Escola’ (TJRR – 18/09/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O Tribunal de Justiça do Estado de Roraima, por meio da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar, em parceria com a Prefeitura de Boa Vista, realizou nesta sexta-feira, (18/09), a entrega de 142 certificados para os alunos da Escola Municipal Glemíria Gonzaga de Andrade.

A entrega dos certificados se refere à participação dos estudantes do 5º ano do Ensino Fundamental, no projeto “Maria vai á escola”. Estiveram presentes no evento o Presidente do Tribunal de Justiça desembargador Almiro Padilha, a juíza Maria Aparecida Cury e a Secretária Municipal de Educação e Cultura Lucivane Lima de Freitas.

Alunos recebem certificado de participação no projeto (Foto: TJRR)

A campanha tem por objetivo proporcionar conhecimento sobre a Lei Maria da Penha no âmbito escolar e aproximar o Judiciário da sociedade roraimense. Segundo o Presidente do TJRR, o único meio para alcançar o sucesso e ser um cidadão de bem é respeitando o próximo. “Agressão é um ato de covardia. As mulheres devem ser tratadas sempre de forma carinhosa. O caminho que se deve seguir é respeitando o colega, estudando e buscando conhecimento sempre. Somente assim podemos chegar em algum lugar”, declarou.

O projeto teve duração de 30 dias, durante esse período os alunos receberam materiais lúdicos e educativos. De acordo com a Juíza Maria Aparecida, este é um trabalho que tem crescido pela colaboração de todos, principalmente dos professores envolvidos. “Este projeto tenta passar para os alunos as noções de direitos humanos para que eles possam disseminar o que aprenderam. Nosso objetivo é criar cidadãos e educar os alunos para a cidadania”, disse a juíza.

Os trabalhos foram desenvolvidos de forma interdisciplinar e contaram com a participação de gestores, técnicos e professores. A Secretária Municipal de Educação e Cultura, Lucivane Lima de Freitas acredita no êxito do projeto. “É uma satisfação, esse projeto só veio pra somar. É aula de direitos humanos, educação e conscientização. São valores que uma vez adquiridos, nunca mais se perdem. A tendência é aumentar e solidificar essa parceria”, afirmou a secretária.

Todos os alunos que receberam os certificados declararam que aprenderam muitas coisas. A aluna do 5º ano, Yasmin Kely disse que “A lei vê todos iguais. Pra que essa lei tenha existido, aconteceu uma violência e isso não é bom. Hoje essa lei defende as mulheres e dentro da escola eu pude aprender isso brincando e estudando”.

ASCOM/TJRR

Acesse no site de origem: Mais de 140 estudantes recebem certificados do Projeto ‘Maria vai à Escola’ (TJRR – 18/09/2015)