Mais de 15 mil pessoas vítimas de tráfico de seres humanos: 76% são mulheres (Rádio Vaticano – 21/05/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Aumentou o número de crianças aliciadas pelas redes de tráfico de seres humanos, segundo o relatório da Comissão Europeia que identifica os desafios nesta matéria. Ao todo, neste relatório de 2013-2014, estão registados 15.846 homens, mulheres, moças e rapazes, vítimas de tráfico de seres humanos, mas admite-se que, tendo em conta a complexidade do fenómeno, o número real possa ser muito maior.

O relatório diz que o tráfico para exploração sexual continua a ser o mais comum (67% das vítimas), depois o tráfico para exploração laboral (21% das vítimas). A maior parte são mulheres (76%) e crianças (15%).

Relatório: crianças vítimas dos traficantes

O relatório identifica um aumento acentuado de crianças vítimas de traficantes de seres-humanos e há também mais vítimas com deficiência e vítimas de etnia cigana. Por outro lado, há uma relação entre estas redes criminosas e o contexto da atual crise de migração, assim como o aumento da utilização da internet e das novas tecnologias para o recrutamento de vítimas.

O relatório diz que 65% das vítimas são cidadãos da União Europeia, sobretudo, da Bulgária, Hungria, Holanda, Polônia e Romênia. De fora da União estão identificados como países de origem das vítimas: China, Marrocos, Nigéria e Vietnã.

A Comissão Europeia reforça a necessidade dos Estados-membros implementarem o protocolo contra o tráfico de seres humanos, para aumentar a investigação e ações penais contra os autores, e garantir maior proteção das vítimas. (SP)

Acesse no site de origem: Mais de 15 mil pessoas vítimas de tráfico de seres humanos: 76% são mulheres (Rádio Vaticano – 21/05/2016)