Mais de 265 casos de violência sexual já foram registrados no Piauí (Diário do Povo do Piauí – 14/08/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O Piauí já registrou mais de 265 casos de violência sexual em 2016. O dado é do Serviço Atenção às Mulheres Vítimas de Violência Sexual (Samvvis) e diz respeito aos atendimentos realizados entre os meses de janeiro a maio deste ano. O número, entretanto, segundo a professora e ativista Dulce Silva, representa apenas 10% da realidade.

“Poucos casos são notificados, muitos casos envolvem familiares e a família não quer que eles sejam criminalizados. É um crime muito grave e é preciso conscientizar a população a respeito das questões de gênero”, explica Dulce Silva.

A coordenadora do Samvvis, a médica Maria Castelo Branco, acredita que a violência sexual já se tornou um caso de saúde pública. Segundo ela, 80% das vítimas que chegam para atendimento são de crianças de zero a 18 anos.

Dos 265 casos registrados, 235 foram ocorrências em que crianças menores de quatro anos (31), de 5 a 9 anos (54) e de 10 a 19 anos (150) foram as vítimas. Por conta disso, a coordenadora do serviço acredita que a sociedade tem que se mobilizar e lutar contra a violência e os abusos sexuais. A médica pede que a sociedade se engaje em movimentos com a escola, a família e entidades para esse combate.

O Samvvis acredita que neste ano haverá um crescimento em relação ao número de atendimentos do ano passado. Em 2015, foram contabilizados 644 atendimentos. Sendo 542 deles registrados em vítimas entre 0 a 19 anos.

O movimento é do coletivo feminista GEMDAC acredita que o número de vítimas tenho sido bem maior em 2015, mais de 3.500 mulheres podem ter sido vítimas de violência sexual no estado, já que poucos casos são denunciados.

A capital concentra a maioria dos casos também, em 2015 foram 424 ocorrências, neste ano já foram registrados 204 atendimentos. Outras cidades com incidentes em 2016 foram Picos (19), Parnaíba (17), Bom Jesus (08), Floriano e São Raimundo Nonato (com 6 casos, cada).

O Samvvis está presente em 11 cidades, incluindo a capital, oferecendo o acolhimento necessário as vítimas.
CASO – Hoje, completa uma semana de um caso que chamou a atenção da população. Uma bebê de 1 ano e 3 meses foi encontrada em um matagal, em Pedro II, 167 km de Teresina. O local fica próximo à casa da avó, onde dormia quando foi levada do quarto ainda na madrugada.

A bebê ficou sob os cuidados da avó materna e uma tia após a mãe sair para uma festa. Por volta das 2h, a tia acordou para amamentar a filha e percebeu que a sobrinha não estava mais na cama.
Pela manhã, a notícia do desaparecimento da garota se espalhou pela cidade. Foi quando populares a encontraram sem roupa e com vários hematomas pelo corpo ao lado de um terreno baldio, segundo a polícia, local frequentado por usuários de drogas.

Um adolescente de 17 anos foi apreendido pela polícia como principal suspeito de estuprar a criança. O menor confessou a autoria do crime na delegacia. De acordo com o delegado Willame Moraes, gerente de policiamento da Polícia Civil no interior, ele chegou a narrar todos os detalhes de como praticou o crime. O suspeito é vizinho da vítima.

Acesse no site de origem: Mais de 265 casos de violência sexual já foram registrados (Diário do Povo do Piauí – 14/08/2016)