Mantida prisão de ex-padre acusado de estupro (TJRS – 07/08/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A Juíza de Direito Paula Machado Abero Ferraz, da 2ª Vara Judicial da Comarca de Caçapava do Sul, negou pedido de liberdade provisória nessa quinta-feira (6/8), para o ex-padre João Marcos Porto Maciel, também conhecido como Dom Marcos de Santa Helena. Ele responde processo criminal por estupro de vulnerável e posse irregular de arma de fogo de uso permitido.

No pedido, a defesa de João Marcos Porto Maciel também havia solicitado prisão domiciliar, caso a liberdade provisória não fosse concedida. Ambos os pedidos foram negados.

Segundo a decisão, o Ministério Público opinou pela manutenção da prisão cautelar. Já a magistrada considerou que as razões que ensejaram a segregação preventiva mantêm-se inalteradas, não sendo infirmadas pelas ponderações tecidas pela defesa.

Processo nº 21500002600 (Caçapava do Sul)

Texto: Rafaela Souza

Acesse no site de origem: Mantida prisão de ex-padre acusado de estupro (TJRS – 07/08/2015)