“Mãos emPENHAdas Contra a Violência” é lançado no Mania de Lígia (TJMS – 18/03/2017)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Na manhã deste sábado (18), aconteceu o lançamento do projeto “Mãos emPENHAdas Contra a Violência” no Salão Mania de Lígia. O evento contou com a participação da juíza Jacqueline Machado, coordenadora da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar de MS e titular da 3ª Vara da Violência Doméstica e Familiar da Capital. A ação é mais uma iniciativa do Poder Judiciário de MS, inédita no Brasil, que pretende ser mais uma ferramenta de combate à violência contra a mulher. Ontem (17), foi o lançamento no primeiro salão parceiro.

A proposta faz parte da campanha do Poder Judiciário de MS “Mulher Brasileira”, inserida na mobilização nacional “Justiça pela Paz em Casa”, idealizada pela presidente do STF e do CNJ, Ministra Cármen Lúcia, e encampada pelo presidente do Tribunal de Justiça, Des. Divoncir Schreiner Maran.

Leia mais: 
Profissionais de beleza começam treinamento sobre violência doméstica (TJMS – 14/03/2017)

O lançamento do projeto “Mãos emPENHAdas Contra a Violência” no salão Mania de Lígia aconteceu durante um dia de grande movimento no estabelecimento. Na porta de entrada foi fixado o Selo de Parceria que identifica que o Salão tem profissionais capacitadas para reconhecer traços de violência doméstica nas clientes e passar informações que possam mudar suas vidas.

A dona do salão, Lígia Freitas, explica que ficou muito contente quando recebeu o convite para participar do projeto. “Acho fundamental esta iniciativa. O nosso salão é um espaço em que vem muitas mulheres, de todas as classes sociais, e a partir do momento que falamos para nossas clientes que iríamos fazer parte deste projeto, muitas delas contaram histórias de pessoas que elas conhecem”.

O projeto “Mãos emPENHAdas Contra a Violência” é uma iniciativa inédita no país ao propor que profissionais da beleza sejam agentes no combate à violência doméstica e familiar contra a mulher. Manicures, cabeleireiras e depiladoras a partir de agora são multiplicadoras de informações sobre todas as formas de violência doméstica e familiar contra as mulheres e como combater e denunciar os abusos. Os estabelecimentos terão um Selo de Parceria para identificar a participação na campanha.

As profissionais de beleza participaram do treinamento, na Casa da Mulher Brasileira, com uma psicóloga, uma assistente social e com a coordenadora da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar de MS, juíza Jacqueline Machado, idealizadora do projeto. Na capacitação foi falado como identificar uma mulher vítima, o que e como falar e passar informações, sem revitimizá-la, como funciona o ciclo da violência, em que o agressor e vítima giram em torno de agressões e reconciliações, até que a agressão possa chegar em um feminicídio, que é o homicídio de uma mulher por sua condição de gênero feminino.

Além do salão Mania de Lígia, localizado na esquina da Avenida Afonso Pena com a rua Alagoas, já está participando do projeto “Mãos emPENHAdas Contra a Violência” o salão Estilo Juliana, localizado na rua Pernambuco, 1.872.

Em breve outros Salões de Beleza farão parte desta iniciativa, em várias regiões da cidade, tendo profissionais capacitadas para reconhecer a vítimas em suas clientes e passar informações para que façam cessar a violência doméstica.

Campanha – O Poder Judiciário está engajado, durante todo este ano de 2017, na Campanha “Mulher Brasileira”, que faz parte da mobilização nacional “Justiça pela Paz em Casa”, idealizada pela presidente do STF e do CNJ, Ministra Cármen Lúcia. Por isso, o presidente do Tribunal de Justiça, Des. Divoncir Schreiner Maran, conclamou todo o Poder Judiciário, instituições e a sociedade para propagar a cultura da paz dentro de casa e conta com a participação de toda a sociedade para mudar esta realidade que vitima mulheres todos os dias.

A Casa da Mulher Brasileira está situada na Rua Brasília, s/nº, Jardim Imá, em frente ao Aeroporto Internacional de Campo Grande. Para informações ligue (67) 3304-7559 e o disque-denúncia é pelo número 180, com ligação gratuita e garantia de anonimato.

Acesse no site de origem: “Mãos emPENHAdas Contra a Violência” é lançado no Mania de Lígia (TJMS – 18/03/2017)