Maria faz a diferença na Escola é apresentado a alunos e professores (TJMS – 21/05/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Na noite desta quarta-feira (20), a Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar em MS apresentou a alunos e professores da escola Paulo Freire o projeto Maria faz a diferença na Escola, criado em setembro de 2014.

A proposta já foi apresentada em outros estabelecimentos de ensino, mas somente para alunos de cursos técnicos. O diferencial desta apresentação é a inclusão de professores como público-alvo, já que podem ser multiplicadores.

Desta vez, além dos docentes, participaram estudantes dos cursos de técnicos de enfermagem, segurança do trabalho, podologia, radiologia e nutrição. Para Kaysa Brandão, coordenadora do curso de técnico de enfermagem, ações como essa são de extrema importância.

“O público do nosso curso é, na maioria, feminino e esperamos que essas mulheres, como profissionais, saibam levar este tipo de informação à população. É uma excelente iniciativa esta do Tribunal de Justiça, por intermédio da Coordenadoria”, afirmou.

O professor Heraldo S. Bojikian lembrou que o tema está em evidência, em razão da realidade vivida no Brasil, e ressaltou que, quanto mais a mulher tiver conhecimento dos direitos, mais terá condições de buscar auxílio.

“A proposta de levar a informação é excelente porque infelizmente o cidadão não vai atrás de esclarecimento. Entendo que é a valorização do cidadão e da cidadania, permitindo à mulher o resgate do próprio respeito”, apontou.

Conhecimento – A preocupação em discutir assunto tão grave com os estudantes é tamanha que o Tribunal de Justiça, por meio da Coordenadoria, disponibilizou um espaço específico para o tema e, no site do projeto (http://www.tjms.jus.br/violenciadomestica/maria/) é possível encontrar informações sobre o que é a violência contra a mulher, quais os tipos de violência, o que fazer nessas situações, as dúvidas mais frequentes, o endereço de locais onde buscar auxílio, além de contatos, jogos e um gibi.

Após a apresentação da assistente social Vanessa Vieira e da psicóloga Sandra Regina Monteiro Salles, duas voluntárias da Coordenadoria, houve um espaço para conversa sobre a violência sofrida pela mulher com os alunos.

Habituadas a tratar com mulheres vítimas de todo tipo de violência, elas falaram sobre o que é a violência doméstica e familiar contra a mulher, como acontecem, quais os tipos de violências existentes (física, psicológica, sexual, moral e patrimonial) e as consequências disso na vida da mulher.

Apontaram ainda que são os papéis sociais que determinam o comportamento de homens e mulheres e que o objetivo do projeto Maria faz a diferença na Escola, alinhado com a a Campanha Justiça pela Paz em Casa, é prevenir e mudar esse tipo de comportamento.

Autor da notícia: Secretaria de Comunicação – imprensa@tjms.jus.br

Acesse no site de origem: Maria faz a diferença na Escola é apresentado a alunos e professores (TJMS – 21/05/2015)