Meninas relatam casos de violência sexual em escolas (Vermelho – 24/05/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Encenado por atrizes, mas com vozes de casos reais de violência sexual contra meninas, o vídeo “Garota do Milênio” da campanha Por Ser Menina, da ONG inglesa Plan International Brasil, destaca a realidade de milhões de crianças e jovens em várias partes do mundo. Com 15 anos de idade, elas descrevem casos de estupro por professores, sexo por boas notas nos estudos, violência e assédio que vivenciaram na escola ou o que ouvem e passam no caminho para a escola.

A campanha visa assegurar o pleno exercício dos direitos das meninas no Mundo e chama a atenção para o prazo final para o cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (‪‎ODMs‬) e ao estabelecimento das novas metas para o desenvolvimento da humanidade (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODSs‬).

Segundo o estudo “Escute Nossas Vozes” realizado pela Plan International, jovens de todo o mundo concluem que a violência baseada no gênero nas escolas está destruindo a educação das meninas. “As meninas não podem ser obrigadas a viver com medo. Elas precisam aprender e realizar seus sonhos”, afirma Anette Trompeter, diretora nacional da Plan International Brasil.

O lançamento do vídeo acontece na Semana Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, justamente quando se revelam casos constantes no Brasil.

Segundo a Secretaria Nacional de Direitos Humanos (SDH), somente nos três primeiros meses de 2015, foram registradas 21 mil denúncias de algum tipo de violência contra crianças no Disque 100, canal denúncias da Secretaria. 45% dos casos são contra meninas, como o mais recente conhecido, de uma menina de 12 anos, que foi violentada em um banheiro de uma escola na Zona Sul de São Paulo.

Acesse no site de origem: Meninas relatam casos de violência sexual em escolas (Vermelho – 24/05/2015)