Ministério Público do Tocantins obtém condenação de homem acusado de matar a companheira na frente de uma criança em Palmas (Conexão Tocantins – 11/04/2018)

Homem acusado de matar a companheira na frente do filho de três anos de idade é condenado a 14 anos e três meses de reclusão. A sessão do Tribunal do Júri aconteceu nessa terça-feira, 10, na capital. Cleone da S. S. cumprirá a pena em regime inicialmente fechado.

O crime aconteceu em outubro de 2015 quando Cleone, após uma discussão com Ana Lúcia Feitosa da Silva, a matou utilizando uma faca. De acordo com o Ministério Público Estadual (MPE), o acusado já colecionava uma série de processos relacionados à Lei Maria da Penha.

Na sessão do Tribunal do Júri, o promotor de justiça André Henrique Oliveira Leite demonstrou a crueldade e a frieza do réu, pois cometeu o crime na frente do filho da vítima de apenas três anos de idade.

Pelos fatos apresentados na denúncia criminal, os jurados consideraram Cleone culpado, sendo condenado, nos termos da pronúncia, pelo crime de homicídio qualificado, cometido mediante recurso que impossibilitou a defesa da vítima, exposto no artigo 121, § 2º, inciso IV.

Acesse no site de origem: Ministério Público do Tocantins obtém condenação de homem acusado de matar a companheira na frente de uma criança em Palmas (Conexão Tocantins – 11/04/2018)