Ministra Carmem Lúcia quer que projeto da Coordenadoria da Mulher do TJSE seja modelo para os TJs (TJSE – 09/10/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A Coordenadoria da Mulher do Tribunal de Justiça do Estado de Sergipe participou nesta quinta-feira (8), no Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília, de reunião para tratar da 3ª etapa da campanha Justiça Pela Paz em Casa. A força-tarefa ocorrerá de 30 de novembro a 4 de dezembro deste ano, em todo o país. O objetivo é intensificar a resolução de casos envolvendo violência contra a mulher.

Durante a reunião, a Ministra Carmem Lúcia, Vice Presidente do STF, destacou o Projeto de Capacitação de Oficiais de Justiça e Executores de Mandados, desenvolvido pela Coordenadoria da Mulher, e que visa preparar e instruir servidores do TJSE sobre o tema violência doméstica e familiar contra a mulher. A Ministra solicitou que a descrição do projeto seja apresentada para que o mesmo seja multiplicado por outros Tribunais de Justiça.

De acordo com a Coordenadora da Mulher do TJSE, Juíza Adelaide Moura, o projeto destacado tem uma grande importância para toda rede de construção de combate a temática de violência domestica. Segundo ela, a preparação desses profissionais na forma de atuação comportamental e da maneira que a informação deve ser passada para as partes, contribui para implantação de uma rede de proteção mais sólida. “Os oficiais e executores são os primeiros a terem contato com a vítima e o agressor em processos judiciais envolvendo violência doméstica, quando efetuam a entrega dos mandados”, destacou.

Acesse no site de origem: Ministra Carmem Lúcia quer que projeto da Coordenadoria da Mulher do TJSE seja modelo para os TJs (TJSE – 09/10/2015)