Ministra destaca programas de combate à violência contra mulheres

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

(Câmara Notícias – 09/06/2015) População pode participar do debate pela internet ou pelo Disque-Câmara (0800 619 619)

A ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, Eleonora Menicucci de Oliveira, destacou há pouco a importância órgão no combate à violência contra as mulheres. Ela participa, neste momento, de sessão de debates no Plenário da Câmara dos Deputados.

Menicucci citou o programa Casa da Mulher Brasileira, um centro de atendimento a vítimas de violência que será construído em todas as capitais do Brasil. A primeira unidade foi inaugurada em Campo Grande (MS), em fevereiro, e, segundo a ministra, já conta com 9340 atendimentos a 2500 mulheres; 900 medidas preventivas ; 33 prisões; e 1793 boletins de ocorrência .

onforme Eleonora, cada Casa de Mulher Brasileira desta custa para a União aproximadamente R$ 9 milhões. O programa conta ainda com parcerias com estados, municípios, Ministério Público, Defensoria Pública, serviços de apoio psicológico, de assistência social e de emprego e renda, além de brinquedoteca, central de transportes, distribuição de passagens. Os postos funcionam 24 horas por dia.

Disque 180
A ministra também enalteceu a central de atendimento à mulher (Disque 180, ligação gratuita), que está ligado aos serviços de segurança pública. “Esse serviço pode salvar a vida de mulheres em situação de risco. Desde 2005, foram realizados quase 5 milhões de atendimentos”, disse.

Eleonora Menicucci afirmou ainda que a secretaria possui três eixos principais: autonomia econômica, articulação temática com outros ministérios e o enfrentamento da violência. “Tratam-se de diretrizes que são implementadas e seguidas pelo governo federal”, apontou.

Autonomia feminina
A ministra também comentou que é fundamental a autonomia financeira feminina. “Não vamos romper com o ciclo de violência se não criarmos políticas que deem autonomia econômica para as mulheres”, defendeu. Segundo ela, um exemplo dessa autonomia é fortalecer políticas de empreendedorismo para que mulheres tenham mais acesso a créditos e políticas públicas.

Participação popular
A população pode enviar perguntas e fazer comentários sobre o debate pelo Disque-Câmara (0800 619 619) ou por meio de sala de bate-papo do portal e-Democracia.

Luiz Gustavo Xavier; Edição – Marcelo Oliveira

Acesse no site de origem: Ministra destaca programas de combate à violência contra mulheres (Câmara Notícias – 09/06/2015)