Mobilização reforça 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra Mulher (Pref. Nova Andradina – 02/12/2016)

A mobilização realizada na área central de Nova Andradina nesta quinta-feira (01), reforçou a programação dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher. Liderada pelo Governo Municipal através da Secretaria Executiva de Políticas para Mulher, a ação foi coordenada pelo Centro de Atendimento à Mulher Vítima de Violência “Nova Vida”.

“Nova Andradina é referência pelas ações constantemente realizadas com foco na eliminação da violência de gênero, a exemplo desta mobilização dos 16 Dias de Ativismo, movimento mundial que também foi abraçado em nosso município, por iniciativa do prefeito Roberto Hashioka”, frisou a coordenadora do CAM, Lucinéia Medeiros.

Segundo o CAM, nesta edição da campanha, agentes de saúde, movimentos de mulheres, sociedade civil e representantes de instituições que atuam no enfrentamento à violência contra a mulher em Nova Andradina, se mobilizaram em alerta ao feminicídio ocorrido em Nova Andradina no mês de abril. O grupo, percorreu a Avenida Antônio Joaquim de Moura Andrade até o obelisco, ponto central da concentração, com panfletagem.

PIONEIRISMO – Primeiro município de Mato Grosso do Sul a implementar Políticas Públicas para as mulheres, através da criação de uma Coordenadoria específica, Nova Andradina também instituiu a primeira Secretaria Executiva do Estado, com organograma e orçamento próprios, além de ser referência pelo trabalho desenvolvido frente à Rede de Atendimento à Mulher e pelas campanhas de prevenção, também está interligada a órgãos estaduais de proteção e enfrentamento.

“A Secretaria de Políticas Públicas para a Mulher é, sem dúvida, um instrumento público que concretiza a preocupação e o compromisso do município com as mulheres. O apoio do Governo Municipal através do prefeito Roberto Hashioka tem sido decisivo para desempenharmos um trabalho que reforça a articulação eficaz dessa rede”, ressalta a secretária executiva de Políticas para a Mulher, Andrea Servignani.

Integram a Rede de Enfrentamento no município, a Secretaria Executiva de Políticas Públicas para a Mulher, os Centros de Referência de Assistência Social, Centro Especializado de Assistência Social, Conselho Tutelar, Ministério Público, Judiciário, Delegacia de Atendimento à Mulher, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Secretaria Municipal de Saúde, Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Centro de Atendimento à Mulher Vítima de Violência e Hospital Regional. Também é parceiro da Iniciativa, o Rotary Clube Nova Andradina, patrocinador do Concurso de Redação que aborda a temática.

Elaine Paes

Acesse no site de origem: Mobilização reforça 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra Mulher (Pref. Nova Andradina – 02/12/2016)