MP e OAB-PI lançam campanha em combate ao assédio às mulheres (G1/Piauí – 02/06/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Intervenção acontece em bares, casas noturnas e restaurantes de Teresina.
Ação visa desconstruir a cultura do machismo em todos os espaços.

O Ministério Público Estadual, em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) secção Piauí, lançou uma campanha educativa de enfrentamento ao assédio às mulheres em bares, casas noturnas e outros estabelecimentos de diversão. A ação tem o objetivo de desconstruir a cultura do machismo, levando a igualdade de gênero a todos os espaços da sociedade.

Para o promotor de justiça e coordenador da campanha Francisco de Jesus Lima, do Núcleo das Promotorias de Defesa da Mulher Vítima de Violência Doméstica e Familiar, as mulheres são violentadas moralmente, verbalmente e até fisicamente nestes espaços. Durante a ação, folders sobre os direitos da mulher são entregues aos clientes junto com a conta.

“Nós devemos respeitar a mulher em seu espaço, porque hoje a mesma não vive só para o lar, mas pode estar nos bares e onde quiser sem necessariamente ser assediada ou violentada em seus direitos. Às vezes ficamos perplexos com os crimes de estupro que ocorrem, mas não fazemos nada para vencer esta violência. Porque ela tem um nascimento e uma cultura machista milenar, mas podem ser desconstruídas através de ações”, ressaltou o promotor.

Francisco de Jesus destacou que o Ministério Público vem tentando dizer ‘não’ a violência contra a mulher através de intervenções na sociedade. A primeira ação foi feita por alunos do projeto Lei Maria da Penha nas escolas, que encenaram um assédio.

“Com o projeto nas escolas temos tentando mudar o conceito da geração mais nova sobre a questão de gêneros. Forçar uma situação é uma forma de desrespeito e violência contra a mulher”, completou.

A mulher vítima de violência pode procurar o Ministério Público, as delegacias de proteção a mulher, a Defensoria Pública ou ligar no 180.

Acesse no site de origem: MP e OAB-PI lançam campanha em combate ao assédio às mulheres (G1/Piauí – 02/06/2016)