MPCE lança campanha de combate à violência contra a mulher (MPCE – 17/08/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O Ministério Público do Estado do Ceará, através do Núcleo de Gênero Pró-Mulher (Nuprom), lançou nesta segunda-feira, dia 17, a Campanha “Sou mulher, não aceito violência!”, com o foco na participação do agressor em programas de (re)educação, reabilitação ou recuperação, especialmente para os usuários de álcool e outras drogas. A campanha é uma parceria do MPCE com a Associação para o Desenvolvimento dos Municípios do Estado do Ceará (APDM) e abrangerá todo o Estado.

O evento de abertura da campanha contou com a participação do secretário-geral da Procuradoria Geral de Justiça, Antônio Iran Coelho Sírio; a coordenadora do Nuprom, Antônia Elsuérdia Silva Andrade; o diretor da Escola Superior do Ministério Público, Benedito Augusto da Silva Neto; a promotora de Justiça e membro do 1º Núcleo Regional de Gênero Pró-Mulher, Liduína Maria de Sousa Martins; a promotora de Justiça do Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher, Roberta Coelho Maia Alves; a presidente da Associação para o Desenvolvimento dos Municípios do Estado do Ceará, Josefa Medeiros Farias; a coordenadora de Políticas Públicas para as Mulheres do Governo do Estado do Ceará, Camila Silveira; e a advogada Janaína Lira, da Comissão Nacional de Mulheres Advogadas.

O secretário-geral da PGJ destacou a importância da campanha ter o foco no homem, em busca de acabar com a violência na raiz do problema, que seja após o uso de álcool e outras drogas, além da conscientização do público masculino. “Espero que essa campanha possa contribuir para um caminho de paz social e paz na família”, afirmou Iran Sírio. A procuradora de Justiça Antônia Elsuérdia enalteceu a presença masculina no evento e também pediu a colaboração dos homens na conscientização da não violência contra a mulher. “As atitudes vão mudar quando os homens se conscientizarem assim: venho de uma mulher, não admito violência, e minhas filhas não serão violentadas”.

A presidente da Associação para o Desenvolvimento dos Municípios do Estado do Ceará, Josefa Medeiros Farias, explicou que após o lançamento da campanha em Fortaleza a equipe percorrerá vários municípios para implantar ações de combate à violência doméstica contra a mulher e para tratar o homem agressor em Centros de Atenção Psicossocial (CAPs) e Centros de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPs AD). “O trabalho em rede que estamos construindo hoje pretende melhorar a vida não só das mulheres como das suas famílias”, afirmou. A campanha propõe uma mudança de paradigma no enfrentamento da violência, através da implementação de medidas que promovam a reabilitação do homem agressor, que uma vez ressocializado, não agredirá outra mulher.

No evento de lançamento, a promotora de Justiça Liduína Maria de Sousa Martins proferiu palestra sobre “Os Aspectos Jurídicos da Defesa da Mulher no Âmbito dos Juizados de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher”. A coordenadora do Centro de referência e Apoio à Mulher Francisca Clotilde, Roberta Lopes Sousa, falou sobre “O Aparato Protetivo do Estado e as Políticas Públicas para as Mulheres no Estado do Ceará”. Encerrando a solenidade, a palestra do professor titular do Curso de Psicologia e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade de Fortaleza (UNIFOR), doutor Georges Daniel Janja Bloc Boris, sobre “Falas Masculinas ou Ser Homem em Fortaleza: Múltiplos Recortes da Construção da Subjetividade Masculina na Contemporaneidade”.

Acesse no site de origem: MPCE lança campanha de combate à violência contra a mulher (MPCE – 17/08/2015)