MPRJ e Delegacia Antissequestro investigam suposto caso de estupro coletivo (MPRJ – 25/05/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 23ª Promotoria de Investigação Penal, e a Delegacia Antissequestro (DAS) já estão investigando o caso de uma jovem que aparece desacordada em um vídeo após supostamente ter sido estuprada. As imagens vêm sendo divulgadas e cerca de 800 denúncias chegaram à Ouvidoria da instituição, que já encaminhou o material retirado das redes sociais aos órgãos investigativos.

O MPRJ pede que a partir de agora só sejam encaminhadas à Ouvidoria denúncias que acrescentem novas informações à investigação, tais como identificação de envolvidos, endereços ou novas provas do fato.

O MPRJ também aproveita para alertar sobre as consequências de se compartilhar vídeos ou fotos íntimas de pessoas. A conduta é ainda mais grave em se tratando de um evento criminoso. A divulgação dessas imagens configura crime previsto no Código Penal Brasileiro.

Acesse no site de origem: MPRJ e Delegacia Antissequestro investigam suposto caso de estupro coletivo (MPRJ – 25/05/2016)