Mulheres estão com mais coragem de denunciar estupros, diz socióloga (Globo News – 04/11/2013)

Clique na imagem para assistir à reportagem

Clique na imagem para assistir à reportagem

O número de estupros registrados no Brasil em 2012 supera o de homicídios dolosos, quando há intenção de matar, segundo dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, baseados em informações do IBGE e do Sistema Nacional de Estatísticas em Segurança Pública.

No total, foram registrados 50.617 estupros no país em 2012, o que equivale a 26,1 estupros por 100 mil habitantes. Houve uma elevação de 18,17% em comparação com o ano de 2011, quando a taxa foi de 22,1 casos por 100 mil habitantes. Os homicídios dolosos somaram 47.136 no ano passado.

Para socióloga Jacqueline Pitanguy, coordenadora da ONG Cidadania, Estudo, Pesquisa, Informação e Ação (CEPIA), a elevação do número de estupros pode estar ligada ao aumento das denúncias das mulheres. Ela também acredita que o Brasil precisa de mais delegacias.

“Sem dúvidas, nós hoje temos estatísticas, o que torna esse fenômeno visível, e o que também demonstra que as mulheres estão tendo mais coragem de denunciar. Se as mulheres temiam denunciar a violência, a agressão física, imagina denunciar um estupro, que envolve uma dimensão da sexualidade, da vergonha. Acho que há um avanço, é paulatino, é doloroso, porque tem que haver uma mudança cultural, sobretudo”, avaliou Pitanguy.

Os estados em que foram registrados mais casos de estupro foram Roraima, Rondônia e Santa Catarina. No entanto, de acordo com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, as informações desses três estados não têm alto grau de informação, o que pode significar um número ainda maior de casos.

Acesse no site de origem: Mulheres estão com mais coragem de denunciar estupros, diz socióloga (Globo News – 04/11/2013)