Mulheres são 72,6 % das vítimas de agressão no DF em 2015 (Rádio Nacional de Brasília – 17/11/2016)

Secretaria de Saúde: São situações de violência intra-familiar

Um levantamento feito pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal aponta que 72,6% dos casos de agressão no DF acontecem com mulheres. Para explicar os resultados desse estudo, o programa Tarde Nacional, desta quinta-feira (17), conversou com a chefe do Núcleo de Estudos e Programas na Atenção e Vigilância em Violência (Nepav) da Secretaria de Saúde do DF, Fernanda Falcomer.

Ouça a entrevista completa aqui.

Segundo os dados do levantamento, feito em 2015, do total de pessoas agredidas que receberam atendimento nos hospitais públicos, 1.230 são do sexo feminino, o que equivale a 72,6 %, contra 464 atendimentos de homens que relataram situação de agressão. “É um número representativo, preocupante, porque a mulher, a menina, a adolescente vem sendo historicamente mais violada”, enfatiza a entrevistada.

Os números mostram ainda que, na maioria dos casos, essa violência acontece dentro da residência e o agressor é alguém ligado à família: “Em casos de violência doméstica, violência física e sexual, geralmente é alguém muito próximo. Ou o próprio companheiro, ou o padrasto, ex-namorado ou um vizinho que tem uma convivência muito próxima. São situações de violência que a gente chama de intra-familiar, que é causado por quem está ali dentro, quem conhece a dinâmica, a rotina da família”, explica Fernanda.

O programa Tarde Nacional vai ao ar diariamente, das 15h às 17h, pela Rádio Nacional de Brasília AM 980 KHZ.

Acesse no site de origem: Mulheres são 72,6 % das vítimas de agressão no DF em 2015 (Rádio Nacional de Brasília – 17/11/2016)